Depois dos 40 anos não há depois, é tudo agora!

Os 40 anos são um momento de renovação de vida. Não somos mais tão novos quanto aos 20 anos, mas ainda estamos jovens e temos tudo o que é preciso para viver a melhor fase de nossas vidas, experiência, maturidade, consciência, e muitas vezes um desejo de renovação.

Para as mulheres, essa nova fase pode ser ainda mais intensa, porque estão mais seguras de si mesmas e do que querem para suas vidas, nos relacionamentos românticos, amizades, vida profissional. Essas mulheres se priorizam, vivem de acordo com suas próprias vontades, não precisam mais provar nada a ninguém e nem buscam ser aceitas. Sua felicidade depende apenas de si mesmas.
Abaixo mostramos um texto incrível de Fabrício Carpinejar sobre como a vida das mulheres se transforma depois dos 40 anos. São palavras muito verdadeiras, e você certamente se identificará. Aprecie!

Depois dos 40 anos, o pensamento feminino muda, desembaraça. A intimidade não é mais performance, exaustão, é fazer o que se gosta e do jeito que gosta. É aproveitar dez minutos com a intensidade de uma noite inteira, é reconhecer o rosto do próprio desejo no primeiro suspiro, é optar pela submissão por puro prazer, sem entrar na neurose da disputa ou do controle.

A mulher de 40 não diminui o ritmo da intimidade. Pode ler um livro com a intensidade de um momento íntimo. Pode assistir um filme e conversar com a mesma intensidade. Ela não tem um momento para a sensualidade, a sensualidade é todo momento.

Tomar o café da manhã não é apenas um desjejum, tem a sua identidade, o seu ritual, um refinamento da história de seus sabores.


Tomar o café da manhã com uma mulher de 40 anos é participar de sua memória, de suas escolhas.

Ela não precisa mais provar nada. Já sofreu separações, e tem consciência de que suporta o sofrimento. Já superou dissidências familiares, e tem consciência de que a oposição é provisória. Já recebeu fora, deu fora, entende que o amor é pontualidade e que não deve decidir pelo outro ou amar pelos dois.

A mulher de 40 anos, cansada das aparências, cometerá excessos perfeitos. É mais louca do que a loucura porque não se recrimina de véspera. É ainda mais sábia do que a sabedoria porque não guarda culpa para o dia seguinte.

A beleza se torna também um estado de espírito, um brilho nos olhos, o temperamento. A beleza é resultado da elegância das ideias, não somente do corpo e dos traços físicos.


Encontrou a suavidade dentro da serenidade. A suavidade que é segurança apaixonada, confiança curiosa.

O riso não é mais bobo, mas atento e misterioso, demonstrando a glória de estar inteira para acolher a alegria improvisada, longe da idealização, dentro das possibilidades.

Não existe roteiro a ser cumprido, mapa de intenções e requisitos.
Depois dos 40 anos não há depois, é tudo agora! Depois dos 40 anos não há depois, é tudo agora! Reviewed by CM on quarta-feira, julho 03, 2019 Rating: 5

Postagem em destaque

Riachão das Neves: Festa de Sant’Ana foi linda.

A Festa de Sant’Ana foi linda. O público viveu momentos inesquecíveis de alegria e confraternização num evento de paz, feito para tod...