Ministro da Educação escreve ‘paralisação’ com ‘z’ em ofício a Guedes

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, escreveu duas vezes a palavra “paralisação” com a letra “z” em lugar de “s” em ofício endereçado ao ministro da Economia, Paulo Guedes.

O documento com erro de grafia foi enviado para fazer um alerta acerca da insuficiência de recursos previstos para o ministério em 2020.

“Com a redução de bolsistas de mestrado e doutorado, há paralização (sic) de pesquisas e risco de evasão de pesquisadores para atuação no exterior, comprometendo o desenvolvimento da ciência e tecnologia no país”, diz o ministro da Educação, na página 4 do ofício, do dia 15 de agosto deste ano.

“O referencial monetário apresentado ao MEC impossibilita a destinação de menos da metade do orçamento que as universidades e institutos possuem atualmente. Com isso, haverá a paralização (sic) de cursos, campi e possivelmente instituições inteiras, comprometendo a educação superior e a educação profissional e tecnológica (EPT)”, continua Weinraub, na página 6.

Procurado pela reportagem sobre o erro do ministro, o MEC não quis se manifestar.

Ainda no documento, o ministro da Educação demonstrou preocupação com temas polêmicos do governo Bolsonaro, a exemplo da ampliação do número de escolas cívico-militares.

Weintraub disse também que há risco de “recepção desfavorável na sociedade em geral e na imprensa” caso sejam suspensas bolsas de estudo no Brasil e exterior.

Metro1
Ministro da Educação escreve ‘paralisação’ com ‘z’ em ofício a Guedes Ministro da Educação escreve ‘paralisação’ com ‘z’ em ofício a Guedes Reviewed by CM on domingo, setembro 01, 2019 Rating: 5

Postagem em destaque

Riachão das Neves: Festa de Sant’Ana foi linda.

A Festa de Sant’Ana foi linda. O público viveu momentos inesquecíveis de alegria e confraternização num evento de paz, feito para tod...