LEM
LEM
Estudantes baianos usam café para criar velas e sabonetes que repelem mosquito da dengue - Blog Barreiras Noticias | Região Oeste - Bahia

Estudantes baianos usam café para criar velas e sabonetes que repelem mosquito da dengue

Três estudantes de Senhor do Bonfim, cidade do no norte da Bahia, criaram velas e sabonetes, a partir de um óleo extraído da borra do café, com capacidade de repelirem o mosquito transmissor da dengue, o aedes aegypti.


Conforme o Ministério da Saúde, 11 estados brasileiros, incluindo a Bahia, poderão ter surto de dengue ainda neste ano.

Só em 2019, foram registrados 1.544.987 casos da doença, com 782 mortes. Por isso, a ideia dos estudantes baianos serve como boa solução na tentativa de redução dos casos, principalmente nas regiões que não possuem agentes de saúde.

De acordo com os alunos, que são do Centro Estadual de Educação Profissional em Saúde Tancredo Neves (Ceeps), o preparo dos produtos ocorre através da mistura do óleo da borra de café com ingredientes como azeite, glicerina, parafina e essências.

Na prática, o sabonete consegue criar uma barreira protetora rica em tiamina, a substância capaz de proteger a pele contra os mosquitos. Já a vela, através da queima, consegue exalar no ar substâncias nocivas aos mosquitos.

Além disso, os alunos ressaltam que os produtos são livres de substâncias químicas que prejudicam a saúde e possuem custo acessivo para as pessoas.

Ideia deverá ser usada principalmente nas cidades que não têm cobertura de agentes de saúde. — Foto: Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti).


Barreiras Notícias / G1
Estudantes baianos usam café para criar velas e sabonetes que repelem mosquito da dengue Estudantes baianos usam café para criar velas e sabonetes que repelem mosquito da dengue Reviewed by Jbarreiras on 03:30 Rating: 5

Sem comentários

Postagem em destaque

Eleições de 2020 terão novas regras; veja o que muda

Em outubro deste ano, mais de 153 milhões de eleitores devem ir às urnas para eleger prefeitos, vice-prefeitos e vereadores. A quase 10 m...