LEM
Bahia tem maior taxa de desocupação dos últimos quatro meses de 2019 - Blog Barreiras Noticias | Região Oeste - Bahia

Bahia tem maior taxa de desocupação dos últimos quatro meses de 2019

A Bahia registrou a maior taxa de desocupação do país (16,4%) no quarto trimestre do ano passado, de acordo com os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Contínua trimestral, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) hoje (14).


Em todo o país, a taxa de desocupação do país no período foi de 11 %. O resultado representa queda de 0,8 ponto percentual comparado ao trimestre iniciado em julho e concluído em setembro (11,8%). Já em relação ao mesmo trimestre de 2018 (11,6%), houve queda de 0,6 ponto percentual. 

Depois da Bahia, a segunda maior taxa de desocupação foi observada no Amapá (15,6%), Sergipe e Roraima (14,8%) e as menores em Santa Catarina (5,3%), Mato Grosso (6,4%) e Mato Grosso do Sul (6,5%).

A Bahia também teve o maior contingente de desalentados do país (774 mil), o que corresponde a 16,8% do contingente nacional. Em todo o país, o número de desalentados foi de 4,6 milhões de pessoas, de 14 anos ou mais. 

Conforme a pesquisa, o percentual de empregados com carteira de trabalho assinada foi de 74 % do total de empregados no setor privado do país. Já o percentual da população ocupada do país trabalhando por conta própria era de 26 %. 

A PNAD também apontou que taxa de desocupação em todo o país teve diferenças significativas entre homens (9,2%) e mulheres (13,1%). 

As mulheres também se mantiveram como a maior parte da população que esteve fora da força de trabalho (64,7%). 

Já a taxa de desocupação dos que se declararam brancos (8,7%) ficou abaixo da média nacional, enquanto a dos pretos (13,5%) e a dos pardos (12,6%) ficou acima. 
Bahia tem maior taxa de desocupação dos últimos quatro meses de 2019 Bahia tem maior taxa de desocupação dos últimos quatro meses de 2019 Reviewed by Jbarreiras on 09:23 Rating: 5

Sem comentários

Postagem em destaque

Eleições de 2020 terão novas regras; veja o que muda

Em outubro deste ano, mais de 153 milhões de eleitores devem ir às urnas para eleger prefeitos, vice-prefeitos e vereadores. A quase 10 m...