Barreiras: Ministério Público deu 48 horas para Zito Barbosa explicar reabertura do comércio

O Ministério Público de Barreiras encaminhou oficio ao prefeito Zito Barbosa, dando 48 horas para que ele preste informações que justifiquem a reabertura do comércio da capital do Oeste Baiano.
O MP quer saber, por exemplo, se estão sendo feitos monitoramentos, fiscalizações e se foi adotado algum plano estratégico para o caso de ocorrer algum imprevisto ou surgimento de novos casos de transmissão da doença. 

A assessoria da Prefeitura se comprometeu em responder, ponto a ponto, dentro do prazo estipulado todos os questionamentos do Ministério Público. Em Barreiras é possível perceber que aconteceu um certo relaxamento da quarentena e que as pessoas estão andando normalmente na rua como se não estivesse acontecendo uma pandemia que parou o mundo. 

A recomendação de todas as autoridades de saúde é ficar em casa para não contrair o coronavírus e nem transmitir para as outras pessoas. É preciso seguir essa orientação até que a doença esteja sob controle. Na região já são cinco casos comprovados de coronavírus, estima-se que o número pode ser ainda maior, uma vez que não se tem como medir com exatidão a velocidade da transmissão do coronavírus.

Barreiras Notícias / Mural do Oeste
Barreiras: Ministério Público deu 48 horas para Zito Barbosa explicar reabertura do comércio Barreiras: Ministério Público deu 48 horas para Zito Barbosa explicar reabertura do comércio Reviewed by Jbarreiras on 13:00 Rating: 5

Sem comentários

Postagem em destaque

PRIME TELECOM | FIBRA ÓPTICA EM BARREIRAS