Cerca de 30% dos pedidos de auxílio emergencial foram negados pelo governo

Balanço divulgado nesta quarta-feira pela Dataprev, empresa pública responsável por identificar quem tem direito a receber o auxílio emergencial de R$ 600, mostra que dos 23 milhões de requerimentos realizados, entre os dias 7 e 10 de abril, 16,4 milhões (ou 71,3%) tiveram o direito reconhecido conforme critérios estabelecidos na Lei 13.982/2020
.
O percentual refere-se ao primeiro lote de informações do público de trabalhadores informais, microempreendedores e contribuintes individuais. A empresa não informou, porém, a razão de ter indeferido cerca de 30% das solicitações.

Apesar de inicialmente informar que não seria possível fazer alterações após a conclusão do cadastro, a Caixa esclareceu hoje que será possível arrumar os dados após o fim da primeira análise.

Segundo a Dataprev, os data centers da empresa estão em funcionamento 24 horas por dia e cada processamento nos sistemas de conferência leva, em média, quatro horas. A empresa iniciou ontem (14), a análise do segundo lote de pedidos dos trabalhadores informais recebidos pela Caixa Caixa Econômica Federal.

De acordo com a Dataprev, esse segundo lote inclui mais 12 milhões de cadastros realizados entre 11 a 13 de abril. 

A expectativa é que os pagamentos sejam realizados na próxima semana, de acordo com o Ministério da Cidadania. Até às 18h de hoje, os registros da Caixa somam mais de 35,5 milhões de cadastros.


Barreiras Notícias  /  UOL
Cerca de 30% dos pedidos de auxílio emergencial foram negados pelo governo Cerca de 30% dos pedidos de auxílio emergencial foram negados pelo governo Reviewed by Jbarreiras on 01:19 Rating: 5

Sem comentários

Postagem em destaque

PRIME TELECOM | FIBRA ÓPTICA EM BARREIRAS