Havan suspende contratos de metade dos funcionários

O grupo Havan anunciou nesta 3ª feira (14.abr) a suspensão de contratos de 11.000 funcionários da empresa. O número equivale à metade do corpo funcional do grupo, que conta com 22.000 empregados.

Em nota, a empresa destacou que foi uma das primeiras a aderir à medida provisória que institui o auxílio emergencial e dispõe de medidas trabalhistas complementares em razão da crise do coronavírus no Brasil (MP 936/2020). A MP permite a suspensão de contratos por até 60 dias, período em que a empresa paga apenas 30% do salário do funcionário, que terá os outros 70% completados com o valor do seguro-desemprego.

“Estamos fazendo tudo o que é possível para manter os empregos. É primordial que as empresas trabalhem nesse sentindo. Somente assim, conseguiremos atravessar esse período de dificuldades, mantendo os empregos e a renda dos colaboradores”, declarou o proprietário da Havan, Luciano Hang.

Apoiador de Bolsonaro desde as eleições, o empresário Luciano Hang ainda rebateu acusações de que teria demitido 2.000 colaboradores. “Isso é obra dos sites de esquerda que estão articulando para desestabilizar o Brasil”, afirmou.

https://www.msn.com/pt-br/dinheiro/economia-e-negocios/havan-suspende-contratos-de-metade-dos-funcion%c3%a1rios/ar-BB12DeBm?li=AAggNbi&ocid=iehp

Havan suspende contratos de metade dos funcionários  Havan suspende contratos de metade dos funcionários Reviewed by CM on 15:09 Rating: 5

Sem comentários

Postagem em destaque

PRIME TELECOM | FIBRA ÓPTICA EM BARREIRAS