Mariana Barreto e ACM Neto vão se casar

O prefeito ACM Neto vai se casar em 2021. A eleita é Mariana Barreto, com quem namora desde o final do ano passado. Eles, que estão passando a Páscoa juntos na fazenda da família Magalhães, em Cabaceiras do Paraguaçu, estão planejando o casamento aos poucos, sem pressa, e sem esconder dos amigos íntimos e nem dos familiares – que inclusive, aprovam em 100% a união deles. O enlace, com benção religiosa e festejo, deve acontecer em Salvador, no primeiro semestre do ano que vem, quando ACM Neto não será mais prefeito, tendo em vista que seu mandato se encerrará no dia 31 de dezembro deste ano. Agora, claro, isso não é a prioridade na vida do político, que tem se desdobrado para proteger os soteropolitanos da pandemia mundial do Coronavírus.

Aquele abraço

Para July Isensée, o maior nome do colunismo social da Bahia, criadora de um estilo único, e que se mantém ativa com sua coluna social aqui no Jornal A TARDE. Inspiradora e marcante, há mais de 40 anos atua no jornalismo, já teve seu nome cantado em músicas de publicidade de grandes marcas e até hoje faz escola no segmento.

Players da comunicação nacional falam sobre jornalismo e redes sociais na atualidade

No dia 7 de abril, foi celebrado no Brasil o Dia do Jornalista. Com esse mote, o Anota Bahia conversou com grandes nomes do segmento sobre o papel da profissão e o link disso com as redes sociais, neste momento delicado e peculiar.

Ana Coelho, diretora do Grupo Aratu, comentou o entrelaçamento entre o exercício da profissão e as novas possibilidades do tempo atual: “Quando jornalistas se transformam em influenciadores digitais, a exposição e a fama alcançadas podem ser utilizadas para produzir conteúdo de qualidade, publicar informações bem apuradas, desmentir notícias falsas e analisar temas com profundidade”.

Já o editor-chefe da editora e revista CARAS, Marcelo Bartolomei, destacou a potência de um novo espaço público proporcionada pelo entrelaçamento entre as redes sociais o exercício do jornalismo: “As redes sociais vieram para ajudar, basta saber usá-las. Elas promovem entretenimento e ligam as pessoas em tempos como agora, de isolamento por conta do coronavírus, além de serem espaço de discussão”.

Zuleica Andrade, diretora de jornalismo da TV Band Bahia e da Band News FM, diz que o jornalismo tem exigências inegociáveis: “Quem escolhe essa profissão deve ter a clareza da sua responsabilidade e do seu papel de informar para a sociedade. Jornalismo é sobretudo responsabilidade com a notícia. Em tempos de pandemia, e também de infodemia, quando a desinformação chega pelo celular, o jornalismo é ainda mais essencial”.

Nizan Guanaes indica três livros para ler na quarentena

O publicitário baiano Nizan Guanaes voltou ao Instagram e criou um perfil para se dedicar a realizar lives durante a semana, recebendo convidados, para falar de diversos temas, e claro, do coronavírus – Nizan já está curado, mas foi contaminado pela Covid-19. Na semana que passou, a estreia das transmissões contou com a participação do jornalista Bruno Astuto, do Frei Claudiano e do empresário José Maurício Machline. No bate-papo, entre muitos temas que foram discorridos, Nizan Guanaes falou que o período de confinamento pode ser produtivo: “Shakespeare, o escritor inglês, isolado, produziu Macbeth, no passado. Com certeza, há pessoas no mundo produzindo coisas que serão interessantes”, disse. E também indicou três livros, entre os seus prediletos, que podem ser lidos neste período: Decamerão (Giovanni Boccaccio), Aristotle Way (Edith Hall) e How Much is Enough? (Edward e Robert Skidelsky).

TENHO DITO…

O digital é uma mídia poderosa para atingir milhares ou milhões de pessoas, mas também te permite segmentar um perfil e falar diretamente com seu público alvo. É uma mídia democrática que ajuda a diminuir a distância entre sua marca e seu cliente, com resultado rápido e alta performance. (Marcelo Cruvinel, Customer Sucess da agência Out Smarting)

Arquiteta fala sobre sua trajetória, estilo e redes sociais

Com a ideia de manter o otimismo nesse período de pandemia mundial, nossa entrevista de hoje traz a arquiteta baiana Cristina Calumby, que nos recebeu em sua casa, em Salvador, no início de março, quando o isolamento social ainda não estava estabelecido no país. Ela é a antítese de qualquer estrela. Mesmo sendo uma das que mais brilham no seu segmento. Já foi eleita a mulher mais elegante da cidade, assim como já ganhou incontáveis prêmios. Seu tom de voz nunca muda, sua discrição impacta mais do que qualquer movimento eufórico, seus movimentos são leves e sua serenidade é admirável. Mãe de dois filhos que moram em São Paulo e avó de uma neta bebê que ilustra o plano de fundo do seu celular, ela é oriunda de uma família de médicos – seu avô e pai se dedicaram a medicina, seus irmãos seguiram o mesmo caminho e seu marido também, com administração neste segmento. “Quando fui fazer Arquitetura, nem houve uma grande comemoração na minha família. Eles esperavam que eu também fosse enveredar para o caminho de me tornar médica”, conta, ao se recordar, com bom humor. Mas, por acaso do destino, foram e são muitos os projetos que levam a sua assinatura na área de saúde, com clínicas e consultórios na Bahia e no Brasil. Aliás, a ligação da profissional com outras cidades é grande e seus projetos permeiam capitais como São Paulo, Rio de Janeiro e Aracaju. Assim como também atua em cidades do interior baiano, que são grandes pólos econômicos, como Feira de Santana, Ilhéus e Vitória da Conquista. Perguntamos sobre sua relação com as redes sociais, e enfática ela diz: “Hoje a rede social consegue ser mais impactante que uma mostra. Porque você exibe sua participação nesses eventos, através dela. Fui relutante, mas hoje compreendo a força do digital e usamos a nosso favor. Mas minha preocupação é grande, porque não faço nenhum tipo de exposição pessoal. A rede social serve ao nosso trabalho”, finaliza. Cristina preza muito pela discrição em sua vida, em seu estilo e em seu lifestyle de forma geral, inclusive opta por não citar nomes de clientes, sejam eles pessoais ou empresariais, prezando pela confiança integral na relação que tem com todos, assim como não gosta de ser o centro das atenções, a ponto de sequer realizar comemorações em seu aniversário, para evitar isso. A sua vocação para a profissão é tão grande que nem arriscaríamos pensar que ela pudesse ser outra coisa, mas perguntamos isso a ela, que sem pestanejar, nos disse: “Poderia ser socióloga. Eu gosto de ouvir as pessoas, de analisar seus comportamentos e me colocar no lugar delas. E na verdade, como arquiteta, acabo nutrindo isso, afinal, entramos na vida das pessoas e isso precisa ser saudável e amável”. Nunca a avistamos por aí com alguma roupa extravagante, repleta de estampas, ou arrojada. Ela é clássica e elegante, mas é fã confessa do universo fashion: “Comigo a moda é democrática. Uso diversas marcas, admiro algumas em especial, como Fendi e Carolina Herrera, mas sou fiel ao meu estilo, que não muda”. Por fim, falamos de viagens marcantes, ela citou que Berlim, Nova York, Marrocos, Londres e Lisboa, lhe inspiram com suas histórias, evoluções e traços arquitetônicos. No entanto, aqui para nós, talvez ela ainda não saiba, mas ela sim, é inspiradora.

Fique em casa!

Os governos estão realizando uma verdadeira força-tarefa, atuando com rigor para punir com interdição e até suspensão do alvará dos estabelecimentos que descumprirem as determinações de isolamento social da capital baiana. Mas, parece que muita gente não está ligando para a pandemia, nem para as medidas. Basta olhar a orla de Salvador, onde avistamos pessoas caminhando, fazendo exercícios, passeando, enfim, fora de casa, ignorando as medidas solicitadas por todas as autoridades do mundo. Vale lembrar que as medidas seguem a opinião dos especialistas e de toda a equipe técnica que atua no enfrentamento ao Coronavírus. Então, vale ressaltar: fique em casa! (A Tarde)
Mariana Barreto e ACM Neto vão se casar Mariana Barreto e ACM Neto vão se casar Reviewed by CM on 10:39 Rating: 5

Sem comentários

Postagem em destaque

PRIME TELECOM | FIBRA ÓPTICA EM BARREIRAS