Auxílio Emergencial: Saulo Martins defende corte de salário dos 3 poderes e a garantia de novas parcelas de R$ 600,00 para a população

Saulo diz que o Auxílio Emergencial do Governo Federal deve continuar e garantir no mínimo R$ 600,00 para as famílias que atendem aos critérios do programa e que isso pode ser realizado através da redução drástica do salário e dos benefícios dos 3 poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário).

“Acredito que é possível sim, a continuidade desse suporte oferecido pelo governo. Até o momento não foi demonstrado nenhum mecanismo ou movimento de redução de salário ou corte de gastos diversos nos três poderes durante o momento crítico em que vivemos da pandemia do coronavírus. Essa é a hora do povo receber o mínimo de retorno em relação a enorme carga tributária que arcamos diariamente. O programa ainda não conseguiu garantir o recurso para muitas famílias necessitadas e que estão com problemas no cadastro, o número de reclamações é enorme e a assistência de informação é mínima”, Saulo Martins.

Ao Nosso blog, Saulo ressaltou que a mudança e o exemplo têm que começar de casa, e que mesmo sendo um tema de atribuição direta do governo federal, não se vê manifestações da Câmara Municipal de Barreiras em prol das famílias desamparadas. Os atuais vereadores também continuam recebendo seus salários e todos os benefícios integralmente, e que todas essas atitudes individuais e coletivas servem de reflexões para toda a sociedade.
Auxílio Emergencial: Saulo Martins defende corte de salário dos 3 poderes e a garantia de novas parcelas de R$ 600,00 para a população Auxílio Emergencial: Saulo Martins defende corte de salário dos 3 poderes e a garantia de novas parcelas de R$ 600,00 para a população Reviewed by CM on 05:17 Rating: 5

Sem comentários

Postagem em destaque

PRIME TELECOM | FIBRA ÓPTICA EM BARREIRAS