Cotegipe: Cidadão cai no golpe do falso empréstimo pela internet

Paulo Neto, natural de Jupaguá, município de Cotegipe, diz que foi atraído pela tentadora proposta de empréstimo com juros baixos e facilidade para pagar, de uma financiadora de nome fantasia “Help”. Sua intenção era contratar R$ 5 mil.


O mesmo forneceu seus dados pessoais para análise cadastral e teve cadastro aprovado em 20 minutos, mas, a partir daí iniciou uma sequência de negociações com a central de atendimento da ‘financeira’. Afirma que, para a importância desejada ser depositada teria de pagar R$ 270, 00 de despesas com documentos. O valor foi liquidado imediatamente via transferência bancária, entretanto ainda não era o suficiente para a contratação do crédito, porque o atendente que se identificou como, Paulo Cerqueira observou que o mesmo precisaria conversar com Ingrid do setor de liberação, a qual com uma boa conversa conseguiu convencê-lo a executar nova transferência no valor de R$ 500,00 para pagamento de taxas. “Eu falei pra ela que ia pensar, porque eu não tinha esse dinheiro e teria que pegar emprestado, mas consegui o valor e efetuei o pagamento sugerido”.

Ao confirmar a segunda quitação, Ingrid transferiu Paulo para conversar com outra pessoa da central de atendimento telefônica, a “call center” identificada por ‘Cecília’, representante do “departamento jurídico”, a qual pediu que ele executasse a quitação de despesas no valor de R$720, 00 referentes a taxas cartoriais. “Neste momento eu disse novamente que não tinha o dinheiro e eles disseram que se eu não pagasse, perderia o financiamento. Somente nessa hora eu desconfiei que se tratava de um golpe”.

Imediatamente, Paulo fez prints das conversas e fotos dos perfis que conversaram com ele no celular (whatsapp) e procurou um escritório de advocacia para solicitar orientação, onde foi aconselhado procurar a delegacia para registrar boletim de ocorrência do fato. O denunciante relata ter esperanças de recuperar seu dinheiro: “Eu prometi procurar à Justiça, mas eles disseram que não têm medo, porque possuem um departamento jurídico pra fazer a defesa deles”.

O delegado Dr. Francisco Carlos de Sá informa que, uma particularidade do golpe é o pedido de depósito antecipado, normalmente em uma conta bancária de pessoa física para posterior liberação do valor que a vítima deseja contratar. Os golpistas alegam que os valores pagos servirão para pagar taxas de cartórios, cobertura do seguro fiança ou taxa de abertura de crédito. “Esse é o golpe da ganância. Não existe essa história de pagar para pegar dinheiro emprestado. É muita ingenuidade cair nessa modalidade de golpe”, comenta o delegado.

Barreiras Notícias /Alô Alô Salomão
Cotegipe: Cidadão cai no golpe do falso empréstimo pela internet Cotegipe: Cidadão cai no golpe do falso empréstimo pela internet Reviewed by Jbarreiras on 12:17 Rating: 5

Sem comentários

Postagem em destaque

PRIME TELECOM | FIBRA ÓPTICA EM BARREIRAS