Defesa de adiamento das eleições seria tentativa de Alcolumbre agradar STF

O apoio do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), ao adiamento das eleições deste ano tem sido visto como agrado a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). A partir disso, o democrata conseguiria votos favoráveis a uma recondução ao cargo.

A avaliação é de líderes do centrão, de acordo com informações da coluna Painel, da Folha de S.Paulo. Entre os alvos de Alcolumbre estariam o ministro Luís Roberto Barroso, presidente do Tribunal Superior Eleitoral; e Alexandre de Moraes e Edson Fachin, que são membros da Corte Eleitoral.

Segundo a publicação, Alcolumbre tem conversado com parlamentares em busca de apoio à sua permanência na presidência do Senado. Considerada com caminho difícil, por se tratar de emenda constitucional, a alternativa é recorrer ao Supremo para equiparar com as condiçõeos da Câmara.

Na Casa, o presidente pode ficar no cargo por meio mandato, ou seja, dois anos. Alcolumbre deve argumentar que os senadores deveriam ter direito a período proporcional, no caso, quatro anos, já que o mandato na Casa é de oito anos.

O adiamento das eleições deverá ser votado na próxima terça-feira (23).
Defesa de adiamento das eleições seria tentativa de Alcolumbre agradar STF Defesa de adiamento das eleições seria tentativa de Alcolumbre agradar STF Reviewed by CM on 16:38 Rating: 5

Sem comentários

Postagem em destaque

PRIME TELECOM | FIBRA ÓPTICA EM BARREIRAS