Em parceria com a Prefeitura de Barreiras, Projeto Algodão que Aquece doa agasalhos aos alunos das escolas da zona rural

Estudantes da Escolas Municipais São José, localizada na comunidade São José do CTI, e Dr. Abílio Farias, no Mucambo, foram beneficiados na manhã desta sexta-feira, 12, pelo Projeto Algodão que Aquece,
criado em 2018 pelo Núcleo Mulheres do Agro – Oeste da Bahia, com o apoio da Associação Baiana dos Produtores de Algodão – ABAPA, entidades, empresas parceiras.  Foram doados às crianças e adolescentes, do maternal II ao 9º ano, cerca de 340 agasalhos confeccionados em 100% algodão.

Além da solidariedade em forma de algodão, os alunos também receberão aulas, informações e visitas de campo, sobre o cultivo do algodão no Oeste baiano, aproximando-os da realidade da produção agrícola como um forte campo de trabalho na nossa região.

“Em razão da prevenção à COVID-19, a ação se limita à distribuição dos agasalhos, deixando acervo em vídeos e aulas para quando as atividades escolares forem reiniciadas. A Prefeitura de Barreiras e a Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer contam com grandes parceiros e agradece às Mulheres do Agro esse gesto tão nobre de cuidado com os nossos alunos”, disse a secretária municipal de educação Cátia Alencar.  

Segundo Suzana Viccini, representante do Núcleo Mulheres do Agro, o projeto que ajuda os alunos a enfrentarem as baixas temperaturas na áreas ribeirinhas também busca mostrar os privilégios da vida no campo e a importância do agronegócio no contexto socioeconômico regional.

“Tivemos que nos adaptar em razão do distanciamento social, ficamos com o coração apertado por não poder fazer aquela grande festa e abraçar as crianças como era antes. É importante destacar que o nosso objetivo vai além da doação, queremos que elas sintam-se acolhidas, com a autoestima elevada e parte da atividade econômica que acontece na nossa região, entendendo que além dos alimentos até a roupa que vestimos provêm da agricultura e do trabalho desenvolvido no campo”, destacou Suzana Viccini.   

O Projeto Algodão que Aquece iniciou suas ações na Escola Municipal Santa Luzia, na comunidade Rio de Pedras, estendendo-se para outras localidades, que nesse período apresentam queda de temperatura, chegando a registrar até 10 graus, à noite.

A edição 2020 do projeto distribuirá 3.000 agasalhos aos alunos de Barreiras, Luís Eduardo Magalhães e Riachão das Neves, respeitando as orientações das autoridades em saúde sobre a prevenção à Covid-19. “As escolas da rede municipal de Barreiras estão atuando com atividades remotas, quando os pais ou responsáveis se dirigirem a essas unidades para receber as atividades do filho já serão contemplados com a entrega do agasalho. No São José do CTI serão beneficiados estudantes do 1º ao 3º ano, e na Escola Municipal Doutor Abílio Farias, do Maternal II ao 9º ano”, informou a diretora pedagógica da Secretaria Municipal de Educação, Aldeci Moreira.

Também participaram do ato de entrega, pais e alunos das duas unidades escolares, a subdiretora pedagógica do município, Neuraci Rosalina, representando a Secretaria Municipal de Educação, o diretor da Escola Municipal Doutor Abílio Farias, Robério Carvalho e a coordenadora Carla Damaceno, a professora Marli Catula, da Escola Municipal São José, Alberina Silva, representante do Núcleo das Mulheres do Agro, Marcos Brito, da empresa Sementes Tropical, parceira do projeto, além da coordenadora das escolas multisseriadas do campo, Leila Cristina. 


Barreiras Notícias / Dircom
Em parceria com a Prefeitura de Barreiras, Projeto Algodão que Aquece doa agasalhos aos alunos das escolas da zona rural Em parceria com a Prefeitura de Barreiras, Projeto Algodão que Aquece doa agasalhos aos alunos das escolas da zona rural Reviewed by Jbarreiras on 22:41 Rating: 5

Sem comentários

Postagem em destaque

PRIME TELECOM | FIBRA ÓPTICA EM BARREIRAS