Japão retira candidatura para sediar Copa do Mundo feminina de 2023

Não foi só o Brasil que desistiu de sediar a Copa do Mundo feminina de 2023. De acordo com a agência de notícias AFP, o Japão desistiu nesta segunda-feira (22) da disputa para receber o evento.
O anúncio foi feito pela Associação de Futebol Japonês (JPA) e o seu presidente Kozo Tajima explicou que o motivo da decisão se deve ao fato dos esforços do país estarem voltados para a realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, adiados para o ano que vem devido a pandemia do coronavírus.

“Eu senti resistência para organizar dois eventos tão importantes no mesmo país em um curto espaço de tempo, algo que foi reforçado pelo impacto da pandemia do coronavírus”, justificou.

Sem o Japão, o páreo está sendo disputado entre a Colômbia e a candidatura conjunta de Austrália e Nova Zelândia, que é a favorita. A Fifa deverá anunciar a escolha do anfitrião da Copa do Mundo feminina na próxima quinta (25). A França sediou a última edição do torneio, que aconteceu em 2019 e teve os Estados Unidos como campeões. 

Barreiras Notícias / Bahia Notícias
Japão retira candidatura para sediar Copa do Mundo feminina de 2023 Japão retira candidatura para sediar Copa do Mundo feminina de 2023 Reviewed by Jbarreiras on 01:20 Rating: 5

Sem comentários

Postagem em destaque

PRIME TELECOM | FIBRA ÓPTICA EM BARREIRAS