Após denúncia de homofobia e transfobia, cantor Netinho é denunciado por racismo

Após a denúncia do ativista LGBTI+ Agripino Magalhães por ofensas homofóbicas e transfóbicas, o cantor Netinho está sendo processado pela mesma pessoa, agora pelo crime de racismo.

De acordo com o site ‘TV e Famosos’ do ‘UOL’, o ativista se baseou em uma entrevista do baiano para o canal Na Lata, da apresentadora Antonia Fontenelle, no qual os dois comentam sobre a música Fricote, de Luiz Caldas.

Na ocasião, Netinho critica o “politicamente correto”, que pontuou o fato do trecho “Nega do cabelo duro que não gosta de pentear” ser racista.

“A vida da gente hoje… A gente está cercado de todos os lados, vigiado por todos os lados, infelizmente”, diz Netinho que é acompanhado por Antonia. “É uma liberdade vigiada, você não pode nada, tudo é um problema, é uma grande confusão”.

Agripino pede para que a entrevista seja retirada do ar pelo seu conteúdo pejorativo, racista e homofóbico.

“Os querelados, ao que parece, acreditam que estão num País de impunidade, onde não existe lei nem justiça, e com isso pisam nos LGBTI+, agridem minorias e mesmo com processo em andamento fazem pouco caso e desprezam o Ministério Público e o Juízo Criminal, como se eles não existissem”.

A assessoria de Netinho não quis comentar o assunto. 

Bahia.Ba

 

 

Após denúncia de homofobia e transfobia, cantor Netinho é denunciado por racismo Após denúncia de homofobia e transfobia, cantor Netinho é denunciado por racismo Reviewed by CM on 11:12 Rating: 5

Sem comentários

Postagem em destaque

PRIME TELECOM | FIBRA ÓPTICA EM BARREIRAS