Governador de Santa Catarina é alvo de operação da PF nesta quarta

 

O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL), é um dos alvos de uma operação deflagrada pela Polícia Federal (PF) na manhã desta quarta-feira (30). A corporação cumpre mandados de busca e apreensão contra ele e outros dois integrantes da gestão catarinense.

 

Segundo o blog Radar, da Veja, as medidas foram autorizadas pelo ministro Benedito Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça (STJ). O pedido foi feito pela Procuradoria-Geral da República (PGR), que justificou que "o objetivo da operação é subsidiar o inquérito que apura fraudes na compra de respiradores para enfrentamento da pandemia da Covid-19 no estado". O contrato em questão movimentou R$ 33 milhões.

 

De acordo com a publicação, os investigadores buscam provas da relação entre Carlos Moisés, sua equipe e empresários que venderam 200 respiradores ao governo. Até o momento, as investigações indicam a suposta participação do governador na contratação da empresa Veigamed. Na avaliação do Ministério Público Federal (MPF), há elementos que demonstram a formação de um esquema criminoso de desvio de dinheiro público.

 

"Tais delitos comprometem a higidez e a credibilidade do governo do estado de Santa Catarina e põem em risco a saúde e a vida de toda a população catarinense, acometida dos males decorrentes do Covid-19", argumentou o MPF. Os investigadores também apuram se houve lavagem de dinheiro, mediante ocultação e distanciamento da origem dos recursos públicos desviados da compra de respiradores.

 

PROCESSOS DE IMPEACHMENT

Além desse inquérito, o governador e sua vice, Daniela Reinehr (sem partido), são alvos de dois processos de impeachment. No primeiro, ele é acusado de crime de responsabilidade pelo aumento salarial dados aos procuradores do estado em 2019. Esse está na etapa do tribunal de julgamento e teve a continuidade liberada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que negou uma ação do governo do estado questionando o rito do processo.

 

No segundo, um grupo de empresários e advogados acusa os dois de crime de responsabilidade no caso da compra dos 200 respiradores por R$ 33 milhões. Na semana passada, a Assembleia Legislativa de Santa Catarina formou a comissão que vai analisar o pleito. 

 

Segundo o G1 SC, há ainda um terceiro pedido de impeachment contra o governador, entregue pela CPI dos Respiradores à Assembleia Legislativa de Santa Catarina no último dia 8. Mas esse processo ainda está em análise.

Governador de Santa Catarina é alvo de operação da PF nesta quarta Governador de Santa Catarina é alvo de operação da PF nesta quarta Reviewed by Jbarreiras on 06:02 Rating: 5

Sem comentários

Postagem em destaque

PRIME TELECOM | FIBRA ÓPTICA EM BARREIRAS