Justiça nega pedido de Suzane von Richthofen para ir ao regime aberto

 

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) negou nesta quinta-feira (17) o pedido de progressão ao regime aberto de Suzane Von Richthofen, condenada a 39 anos pela morte dos pais. 


De acordo com o portal G1, a decisão foi tomada pela da 5ª Câmara de Direito Criminal da corte, por quatro votos a um. Assim, Suzane segue cumprindo sua pena no regime semiaberto, com direito a saídas temporárias.


O pedido para que Suzane deixasse a prisão foi feito pela Defensoria Pública em 2018, quando atingiu o tempo necessário da pena para a progressão. 


À época, o pedido já havia sido negado em primeira instância, mas a defesa recorreu pedindo que fosse reanalisado, mas em segunda instância. Suzane está presa desde 2004 e cumpre pena na Penitenciária Feminina Santa Maria Eufrásia Pelletier. 


Também segundo o portal, além de ter cumprido o tempo exigido da pena para a progressão, ela tem cerca de três anos de remissão de pena por trabalhos na unidade prisional e tem atestado de bom comportamento pela unidade prisional.


Ela segue tendo direito aos benefícios do regime semiaberto, como saídas temporárias. Suzane obteve a progressão do regime fechado para o semiaberto em outubro de 2015. Sua primeira saída aconteceu em março de 2016, durante a Páscoa.


A Defensoria Pública, autora do pedido que originou o recurso, disse que não foi notificada da decisão.

Justiça nega pedido de Suzane von Richthofen para ir ao regime aberto Justiça nega pedido de Suzane von Richthofen para ir ao regime aberto Reviewed by Jbarreiras on 03:40 Rating: 5

Sem comentários

Postagem em destaque

PRIME TELECOM | FIBRA ÓPTICA EM BARREIRAS