Ibotirama: Filhas de militar morta pelo ex-marido PM foram tiradas de casa onde crime aconteceu por pessoa que ouviu tiros, diz delegado

 

Polícia investiga se crianças estavam no mesmo cômodo em que Edson Salvador matou Sylvia Rafaella a tiros; uma delas é filha do policial. Corpo da vítima foi velado na manhã desta terça-feira (6), em Bom Jesus da Lapa.

As duas filhas da policial militar Sylvia Rafaella Gonçalves Pereira, de 38 anos, que estavam em casa com a mãe quando ela foi morta pelo ex-marido, foram resgatadas do imóvel por uma pessoa que ouviu os tiros. O caso aconteceu em Ibotirama, oeste da Bahia, na tarde de segunda-feira (5).

As informações foram confirmadas ao G1 nesta terça (6) pelo delegado que investiga o caso, Genivaldo Rodrigues. A identidade dessa pessoa não foi divulgada para preservar as investigações. A polícia investiga se as crianças estavam no mesmo cômodo em que a mãe foi assassinada a tiros.

Segundo o delegado, a mais nova das meninas, que tem idade entre 3 e 4 anos, é filha do casal. A mais velha, que tem entre 11 e 12 anos, era enteada de Edson Salvador Ferreira de Carvalho, 33, que também era PM - ele cometeu suicídio após assassinar Sylvia Rafaella.


As duas crianças estão com os avós maternos. Testemunhas vão começar a prestar depoimentos a partir desta tarde e, segundo o delegado, a filha mais velha da vítima também poderá ser ouvida para ajudar a entender o que aconteceu na casa, no momento do crime.

Sylvia Rafaella tinha uma medida protetiva contra o Edson - em julho deste ano, Edson foi preso em flagrante por agredir a PM (leia mais abaixo).


Casal estava separado


O casal estava separado, e o delegado não descarta a possibilidade de a vítima ter sido morta porque o policial não aceitava o fim do relacionamento.


Ainda segundo Genivaldo Rodrigues, as investigações apontam que eles estariam se reaproximando de Sylvia Rafaella por causa da guarda da filha.


A polícia encontrou a moto de Edson Salvador na garagem da casa de Sylvia Rafaella, o que pode indicar que ela o deixou entrar na residência. Em julho deste ano, Edson já havia sido preso em flagrante por agredir Sylvia Rafaella, que tinha uma medida protetiva contra ele.


O corpo de Sylvia Rafaella foi velado nesta manhã em Bom Jesus da Lapa, que fica a cerca de 305 km de Ibotirama, onde o crime aconteceu.


Barreiras Notícias  / G1
Ibotirama: Filhas de militar morta pelo ex-marido PM foram tiradas de casa onde crime aconteceu por pessoa que ouviu tiros, diz delegado Ibotirama: Filhas de militar morta pelo ex-marido PM foram tiradas de casa onde crime aconteceu por pessoa que ouviu tiros, diz delegado Reviewed by Jbarreiras on 09:07 Rating: 5

Sem comentários

Postagem em destaque

PRIME TELECOM | FIBRA ÓPTICA EM BARREIRAS