html image example
Bolsonaro pode demitir ministro e usar cargo em disputa na Câmara, diz colunista ~ Blog Barreiras Noticias | Oeste Baiano no Geral

 O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) estaria pensando em demitir o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, e usar o cargo para para negociações em torno da sucessão na Câmara de Deputados, em 2021. De acordo com a coluna de Carla Araújo, no UOL, a possibilidade teria sido levantada por causa da proibição feita pelo militar reformado para que nenhum integrante do governo fale em Renda Brasil ou Renda Cidadã.

Em novembro, o presidente afirmou que daria “cartão-vermelho” para quem falasse no programa que, caso seja criado, irá substituir o Bolsa Família e ainda contemplar os brasileiros beneficiados pelo auxílio emergencial.

Inicialmente, acreditava-se nos bastidores que a ameaça teria sido direcionada para o ministro da Economia, Paulo Guedes, contudo, na ocasião, ela foi dita em referência ao secretário dele, Waldery Rodrigues. Interlocutores do presidente, no entanto, passaram a afirmar nos últimos dias que, na verdade, a ameaça foi direcionada a Lorenzoni.

Isto porque, o ministro já havia prometido que iria anunciar o Renda Cidadã ainda este mês. Além disso, a equipe dele estaria trabalhando na modelagem do programa. A visão de integrantes do governo é que Onyx não tenha entendido o recado dado pelo presidente.

Apesar da possibilidade, Jair Bolsonaro nunca deixou de afirmar que o ministro, que é do partido Democratas, é visto como um aliado leal e conta com a gratidão dele.

Antes de integrar o Ministério da Cidadania, Onyx Lorenzoni estava à frente da Casa Civil, contudo, por causa do fraco desempenho, foi transferido de pasta.