A construção do Terceiro Templo de Jerusalém é um objetivo do povo judeu, que há milênios lamenta a destruição dos dois primeiros. Agora, um membro do Parlamento israelense afirmou que a possibilidade dessa obra ser iniciada é real.

Durante a Chanucá – festa judaica das luzes – o parlamentar Amit Halevi, integrante do partido conservador Likud e descendente da tribo de Levi, afirmou que ficou “impressionado com as mudanças que estão sendo feitas no Monte do Templo” e que, “cada vez mais, Israel está se aproximando do Terceiro Templo”.

A declaração, gravada em vídeo e divulgada no YouTube, mostra o parlamentar incentivando os israelenses a viverem “os costumes do Sinai” e destacou que Deus deve prevalecer não apenas na economia de Israel, mas em todos os aspectos: “Estamos aqui determinados a acender a luz da cultura judaica e a luz da oração […] Estamos aqui na Casa de Adoração no Monte do Templo e oramos pelo contínuo sucesso de Israel”, completou Amit Halevi.

Templos de Jerusalém

O Primeiro Templo de Jerusalém foi construído pelo rei Salomão por volta de oito séculos antes de Cristo, e totalmente destruído em 587 a.C., após dois anos de cerco a Jerusalém feito pelo rei da Babilônia.

O Segundo Templo foi construído pelo povo judeu depois de anos no cativeiro babilônico, no mesmo local onde existia o templo erguido por Salomão a partir da planta deixada por seu pai, Davi. Durante a ocupação do Império Romano em Israel, o Segundo Templo foi destruído, no ano 70 d.C.

Agora, o Instituto do Templo trabalha, preparando todos os itens ritualísticos necessários, para reconstrui-lo. “Hoje há uma entrada no Knesset (Parlamento israelense), pois muitos parlamentares estão falando sobre os direitos dos judeus orarem no Monte do Templo”, disse o rabino Chaim Richman, diretor Internacional da entidade.

“Alguns membros do Knesset estão realmente falando sobre a reconstrução do Templo Sagrado. Há 20 anos, essas pessoas ririam disso”, acrescentou.

O local de construção, no entanto, está ocupado por duas construções muçulmanas, que datam do século VII d.C.: o Domo da Rocha e a Mesquita Al-Aqsa. O espaço, inclusive, é controlado pela Jordânia, devido a um tratado de paz assinado após a Guerra dos Seis Dias, em 1967, vencida por Israel.

A Bíblia Sagrada indica que o Terceiro Templo existirá quando o anticristo se revelar e interromper os sacrifícios (Daniel 9:27). O apóstolo Paulo também o menciona quando declara que o “homem do pecado” irá se assentar no santuário de Deus, proclamando que ele mesmo é Deus (II Tessalonicenses 2:3-4).

Gospel +