Justiça converte em preventiva a prisão em flagrante de ex-marido que matou juíza no Rio

A justiça converteu em preventiva a prisão em flagrante de Paulo José Arronenzi (52), que esfaqueou e matou a ex-mulher, a juíza Viviane Arronenzi (45), na presença das três filhas do casal, no dia 24 de dezembro, no Rio de Janeiro. 

De acordo com informações da Agência Brasil, a audiência de custódia encerrou às 15h05 sexta-feira (25) e a decisão é da juíza Monique Brandão. Ainda segundo a publicação, o acusado está Cadeia Pública José Frederico Marques, na zona norte do Rio, onde os presos dão entrada no sistema penitenciário. Após uma triagem ele será encaminhado a um presídio do Estado, onde ficará à disposição da Justiça, aguardando julgamento.

Justiça converte em preventiva a prisão em flagrante de ex-marido que matou juíza no Rio Justiça converte em preventiva a prisão em flagrante de ex-marido que matou juíza no Rio Reviewed by CM on 07:06 Rating: 5

Sem comentários

Postagem em destaque

PRIME TELECOM | FIBRA ÓPTICA EM BARREIRAS