html image example
Rede confirma saída de Magno Lavigne e fala em graves violações ao Código de Ética ~ Blog Barreiras Noticias | Oeste Baiano no Geral


 O partido Rede Sustentabilidade confirmou o afastamento de Magno Lavigne da direção do partido, após reunião do diretório estadual decidir por unanimidade pela abertura de processo ético disciplinar contra o sindicalista. Em nota enviada à imprensa, o partido afirmou que no dia em que foi afastado, Lavigne pediu desfiliação em nota, depois de ter tomado conhecimento do início do processo disciplinar interno.

O motivo do processo, segundo a porta-voz estadual da Rede, Iaraci Dias, são graves violações ao código de ética do partido e condutas não condizentes com os valores, princípios e práticas políticas estabelecidas no estatuto. Essas práticas não foram descritas.

“É a primeira vez que um filiado é submetido a processo ético disciplinar no estado. Não toleramos atitudes ofensivas, desrespeitosas e de infidelidade partidária”, afirmou Iaraci em nota.

Em contato com o bahia.ba, Magno Lavigne afirmou que desconhece qualquer violação ao código de ética e que esse processo aberto não tem valor jurídico, já que não se pode fazer processo interno pra quem não está mais no partido. Isso porque, segundo Lavigne, seu pedido de desfiliação foi enviado para Pedro Ivo, porta-voz nacional do Rede, antes de a reunião do diretório estadual acontecer.

“Desconheço violações ao Código de Ética que estão falando. Agora, se entendem por violação ao Código de Ética divergências sobre condução partidária, tem mesmo”, disse o sindicalista, em referência ao apoio da Rede na Bahia às candidaturas de Suzana Ramos (PSDB) em Juazeiro e de Colbert Martins (MDB) em Feira de Santana.

Lavigne criticou a postura do partido, que diz apoiar o governador Rui Costa, mas fez alianças com adversários no interior do estado. Candidato a vice-prefeito de Salvador na chapa com Bacelar (PODE), o agora ex-Rede lembrou que o partido fez um bom trabalho nas eleições municipais em Salvador, saindo de 4 mil para quase 12 mil votos.

“Talvez por isso essa reação violenta com pessoas que, de fato, estavam construindo o partido. Mas paciência”, acrescentou.

Na nota enviada à imprensa, o Rede afirmou que reelegeu os prefeitos Sandro e Ricardinho, em Brejões e Livramento, respectivamente; elegeu vice-prefeitos em Boninal, com Itamar; Conceição da Feira, com Marlene do Sindicato; e Inhambupe, com Izabel; e conquistou 21 assentos nas Câmaras Municipais dos principais municípios baianos. Também foram mencionadas as coligações consideradas vitoriosas na esquerda e centro-esquerda.

“Em Vitória da Conquista, deliberamos ‘não a Herzem’ e dirigentes apoiaram Zé Raimundo (PT). Em Juazeiro, temos relação histórica com o professor Joseph Bandeira e integramos a coligação que pela primeira vez elegeu uma mulher prefeita, Suzana Ramos (PSDB)”, disse José Itamario, dirigente do partido.