Reprodução / Vídeo

Rodrigo José dos Santos trabalha cuidando da saúde dos outros, mas quando precisa tratar da sua esbarra num problema – na verdade uma fobia: agulhas. Mesmo com o medo, ele sabe da importância de superar o obstáculo para se vacinar contra o coronavírus, e assim o fez.

Mas antes de tomar a primeira dose do imunizante, o socorrista começou a tremer, pediu para um colega segurar seu ombro e assim que a agulha entrou em seu braço, desmaiou. Todos os instantes da vacinação de Rodrigo foram filmados. 

"Tenho muito medo. Deus me livre. Tenho fobia de agulha. Tem até outros vídeos meus [que mostram que], quando a agulha bate em mim, eu tombo mesmo", disse ao G1.

O socorrista faz parte do grupo prioritário e foi receber a primeira dose da vacina na última quarta-feira (20), em Itumbiara, no sul do estado. 

Ele ressaltou que a reação que teve não foi por conta da vacina, mas sim pelo seu medo de agulha. O profissional pediu ainda para que as pessoas, assim que puderem, se imunizem contra a doença.

“Quero pedir a todos que tomem a vacina. Não aconteceu pelo fato de ter medo da vacina, mas sim pela minha fobia”, completou.