O cantor André Junior, 34 anos, morreu ontem em Goiânia em decorrência da covid-19, dois dias depois de a mulher grávida, Thamy Nayara Ferreira, 33 anos, ter morrido também por conta da doença. Juninho, como era conhecido, era vocalista há seis anos da Banda Leave, que realiza apresentações, principalmente, em casamentos.
"Ele foi internado no último dia 8 de fevereiro com a esposa, no Hospital Santa Maria. Infelizmente, a evolução da doença levou os dois a óbito. Ela estava gestante de 30 semanas e morreu no começo desta semana, de terça para quarta-feira. E ele ontem, às 16h50", informou ao UOL o diretor da banda, Leandro Venancio da Silva.

Segundo Silva, o cantor morreu sem saber da morte da mulher e do filho. Como Juninho estava em tratamento na UTI (Unidade de Terapia Intensiva), sua família preferiu não dar a notícia a ele, na intenção de preservá-lo para que pudesse se recuperar.


Juninho será enterrado hoje às 16h, no cemitério Parque, no setor Gentil Meireles. De acordo com a banda, haverá um cortejo para homenagear o vocalista, que sairá às 15h do Hospital Santa Maria até o cemitério.

Através das redes sociais, a banda organizou uma campanha solidária para ajudar a família do cantor a pagar os custos fúnebres.



Morte da esposa e do bebê
A esposa de Juninho era enfermeira e estava grávida de um menino, que se chamaria Joaquim. De acordo com a banda, a equipe médica fez uma cesárea de emergência para tentar salvar a vida do bebê, mas ele também não resistiu. Thamy e o filho foram sepultados no Maranhão, terra de origem da família.

Na quarta-feira (17), o Conselho Regional de Enfermagem de Goiás publicou uma nota de pesar pela morte da enfermeira, que trabalhava no Hospital de Queimaduras. "Nossas condolências à família e aos amigos. A categoria está de luto pela perda dessa profissional", diz o texto.

fonte
https://g1.globo.com/go/goias/noticia/2021/02/21/amigos-clientes-e-fas-fazem-homenagens-na-web-a-cantor-que-morreu-de-covid-19-apos-perder-esposa-gravida-para-a-doenca.ghtml