Depois de 68 anos vivendo atrás das grades, o mais velho preso juvenil dos Estados Unidos foi libertado na última quinta-feira, 11. De acordo com informação do Daily Mail, Joseph Ligon foi condenado a prisão perpétua em 1953, quando tinha 15 anos, por um assalto à mão armada a um grupo de adolescentes na Filadélfia que acabou com a morte de duas pessoas.

Ligon, que atualmente tem 83 anos, sempre negou que tenha matado. No entanto, sua liberdade veio anos depois quando, em 2012, a Suprema Corte dos EUA decidiu que sentença de prisão perpétua para adolescente eram uma “punição cruel e incomum”.

Após a decisão, a Pensilvânia estava entre vários estados que se recusaram a reduzir as sentenças de prisão perpétua. Quatro anos depois, o tribunal ordenou que os estados diminuissem retroativamente as sentenças dos condenados à prisão perpétua por crimes cometidos com adolescentes.  

Por G1