Uma comerciante foi presa em flagrante ao tentar vender 62 vasilhames de água mineral falsificados. A ação ocorre nesta quarta-feira (17) durante operação contra sonegação fiscal da Polícia Civil. A mulher, de 46 anos, foi presa comercializando o produto, no bairro Barreira.  Segundo o coordenador da 7ª Coorpin/Ilhéus, delegado Evy Paternostro, havia sinais de falsificação na logomarca do produto vendido pela acusada.

“Também observamos o lacre da tampa não personalizado e faltava a impressão da data de envasamento e lote, além do selo da Secretaria da Fazenda (Sefaz) não apresentar holograma”, acrescentou. Autuada em flagrante por falsificação de alimentos e sonegação fiscal, a comerciante deve passar por audiência de custódia.  (BN)