Morreu neste domingo (14) Carlos Menem, ex-presidente da Argentina.

Ele tinha 90 anos e estava internado no Sanatório Los Arcos, em Buenos Aires, por causa de uma infecção urinária.

No ano passado, Menem chegou a passar 15 dias no Instituto de Diagnóstico e Tratamento, também na capital argentina, em razão de uma pneumonia.

Atual senador pela província de La Rioja, Carlos Saul Menem presidiu a Argentina por pouco mais de dez anos. Assim, foi o líder que mais tempo passou no comando do país de forma interrupta.

(Com informações da Band News e agências internacionais)