html image example
CRESCE O NÚMERO DE BEBÊS E CRIANÇAS COM COVID-19; SAIBA COMO PROTEGÊ-LAS ~ Blog Barreiras Noticias | Oeste Baiano no Geral

As varia,ntes da covid-19 estão atingindo bebês e crianças, problemas que não existia na primeira onda da pandemia. Por isso é preciso cuidado redobrado com os pequenos ao sair de casa (ou voltar da rua) e não os expor ao vírus.

Desde o início da pandemia até o começo de março, mais de 779 crianças com até 12 anos morreram de covid-19 no Brasil, segundo dados do DataSUS. Mais da metade delas (622) foram crianças entre 0 e 5 anos e 420 eram bebês com até 1 ano. Neste 1 ano de pandemia, mais de 11 mil pacientes de 0 a 10 anos foram internados, sendo que mais de 8 mil delas eram crianças de 0 a 5 anos.

Muitos bebês acabam infectados pelo contato direto com as mães, algumas contraem o vírus até no momento do parto. Por isso é necessário atenção com mães que tenham covid para evitar infecções aos bebês.

Os bebês apresentam alguns sintomas que podem indicar anormalidades, de acordo com a médica pediatra Ana Escobar, em entrevista à Veja. Eles podem recusar alimentação, ficarem chorosos, muito moles, respirando um pouco rápido ou apresentando cianose labial, que é quando o lábio fica mais escuro do que o normal. Todos esses sinais indicam que a criança precisa ser levada ao médico. A atenção deve ser especial com a respiração das crianças, pois essa pode ser a indicação mais direta da infecção respiratória causada pelo coronavírus.

A dica é seguir o básico: medidas simples como higienizar as mãos, manter o distanciamento seguro das pessoas e usar máscara já ajudam na prevenção dos adultos e crianças.