html image example
Barreiras: Festas clandestinas com grande número de jovens continuam sendo um grande problema ~ Blog Barreiras Noticias | Oeste Baiano no Geral

 Gente, muita gente, inclusive menores de idade, muita bebida alcoólica e som alto são uma constante nas festas clandestinas. Agentes do Estado e do Município são desrespeitados e desacatados. Prisões são efetuadas e aparelhagens confiscadas. Esta infelizmente pode ser chamada de “rotina” e não “exceção” nos fins de semana em Barreiras.

Diante de uma situação pandêmica que vivemos, onde mortes são anunciadas todos os dias por causa do CORONAVÍRUS e suas variantes, tanto em nível nacional, como também em nossa querida cidade de Barreiras e em vários municípios do Oeste da Bahia, torna-se inadmissível esse tipo de comportamento, não acha?

Acompanhe por exemplo dois casos registrados na delegacia de Polícia em Barreiras neste final de semana:

Madrugada de domingo (09), 2h20min, um indivíduo, foi denunciado pelo fato de estar promovendo festa clandestina com muita aglomeração, bebida alcoólica à vontade e som alto em uma chácara no povoado Angélica Aires, zona rural de Barreiras.

As autoridades compostas pela Polícia Militar, Vigilância Sanitária e Sematur, constataram o nível de 84.1 decibéis nas ondas sonoras. Uma caixa de som amplificada marca Philco, um simulacro de arma de fogo (revólver) foram apreendidos.

O responsável pela festa clandestina ainda responderá por corrupção de menor de 18 anos.

Desacato e interferência:
Em outro caso também ocorrido no domingo (09), às 20h40min no Arboreto I, uma guarnição da Polícia Militar efetuou a prisão de um indivíduo de 20 anos, natural de Barreiras (Ba), pelo fato do mesmo ter interferido no trabalho policial em apoio a equipe da Vigilância Sanitária que fiscalizava a aglomeração de pessoas após denúncia.

Durante a abordagem, o conduzido teria desacatado os policiais militares usando de palavras de baixo calão, além de dar empurrões e pontapés nos policiais. Fez-se então o uso de força necessária para conter o infrator que responderá por desacato e resistência. //BlogBraga