html image example
Empresário com Covid-19 morre três dias após ser batizado em leito de hospital ~ Blog Barreiras Noticias | Oeste Baiano no Geral

 

O empresário Ramon Kobelnik, de 34 anos, estava internado no Hospital das Clínicas (HC) de Ribeirão Preto, em São Paulo, e morreu no último domingo (13), vítima da Covid-19.

 Três dias antes de falecer, a vítima tinha sido batizada e crismada no próprio leito hospitalar.

De acordo com a unidade de saúde, a esposa de Ramon, Jussara Carvalho, revelou aos médicos que, antes de adoecer, o marido disse que tinha vontade de receber os sacramentos católicos. A vítima tinha como planos o casamento na igreja com a companheira e a entrada do filho do casal com as alianças até o altar.

Segundo o G1, na última quinta-feira (10), o padre Josirlei Silva, capelão do HC, atendeu ao pedido do paciente e realizou uma cerimônia no CTI para batizar e crismar Kobelnik.

Após a cerimônia católica, Jussara usou as redes sociais para agradecer o carinho e o cuidado do padre e da equipe médica do hospital. “Foi lindo e emocionante, agradeço a toda equipe o cuidado diário com o Ramon. Agradeço ao padre por realizar o desejo dele”, escreveu.

Desde o começo da pandemia do coronavírus, Josirlei percorreu as alas para levar palavras de fé e esperança aos pacientes e aos profissionais de saúde, como parte do tratamento humanizado. “Durante tudo isso que estamos passando, muitas vezes nos perguntamos onde está Deus que não responde às nossas orações. Ele está aqui e a resposta dele se dá através da mão de cada profissional de saúde. Deus não silenciou, ele se faz presente”, disse o padre.