html image example
Brasileiro tem o menor índice de felicidade em 15 anos ~ Blog Barreiras Noticias | Oeste Baiano no Geral

Uma pesquisa feita pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) revelou que o brasileiro tem o menor índice de felicidade média em 15 anos, desde que o número começou a ser medido, em 2006.

O cenário se agravou com a chegada da pandemia de Covid-19, que afetou inúmeros setores que impactam na economia brasileira. A preocupação com a manutenção da saúde aumentou, assim como o medo de contrair o vírus.

Em meio às dificuldades, ainda é possível apostar na ciência para reverter ou minimizar esse cenário. E o estudo científico explora e entende a busca pela felicidade. De acordo com o idealizador do Congresso Internacional de Felicidade, Gustavo Arns, a ciência da felicidade é um campo multidisciplinar que reúne estudos da psicologia positiva, ciências das emoções e neurociência e que nos auxiliam a compreender o tema.

“É uma ciência recente mas que já tem 2 décadas de estudos e que nos traz uma perspectiva mais ampla de profunda do que é a felicidade, como podemos ser mais felizes, bem como lidar com a ansiedade e o stress”, explica.

Com as tristezas trazidas e intensificadas na pandemia, o especialista ainda comenta que a busca pela felicidade também está em saber lidar com o sentimento de tristeza. “Uma vida feliz é aquela em que entendemos o lugar da tristeza que sentimos e usamos isso como uma forma combustível para uma ação consciente. Quando se trata de felicidade, os momentos felizes são considerados apenas a primeira camada. O objetivo é encontrar camadas mais profundas de satisfação com a vida e bem-estar”, afirma.

Para auxiliar, por meio da ciência, a percepção de felicidade no dia a dia das pessoas, Gustavo Arns oferece gratuitamente, nos dias 2, 3 e 4 de agosto, aulas on-line, na Jornada da Felicidade. O especialista vai explicar, com ferramentas práticas, como as pessoas podem aplicar essa ciência na vida pessoal e profissional.

As três aulas da Jornada da Felicidade acontecem sempre às 19h30, no YouTube do Congresso Internacional de Felicidade. Para participar, é preciso se inscrever antecipadamente pelo site.