html image example
MP investiga casos de pessoas que tomaram até quatro doses de vacina ~ Blog Barreiras Noticias | Oeste Baiano no Geral

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) deu início a uma investigação da prática de revacinação após denúncias de pessoas que chegaram a tomar até quatro doses da vacina contra a Covid-19.

Um dos casos denunciados teria acontecido em Viçosa, Minas Gerais, onde um senhor de 61 anos tomou três doses da vacina, duas da Coronavac e uma da Pfizer. A quarta dose teria sido aplicada no Rio de Janeiro.

Thank you for watching

De acordo com a Agência Brasil, o caso foi descoberto após o homem procurar uma equipe de aplicadores informando apenas o número do CPF e contando que não sabia a data correta da vacinação.

Por meio de nota técnica, o MP reforçou a necessidade de coibir a prática, que pode comprometer o Plano Nacional de Imunização (PNI).

Segundo o Ministério, caso seja comprovada a revacinação, as pessoas podem ser responsabilizadas por crime de estelionato ao enganar profissionais de saúde.

O crime pode ser penalizado com reclusão de um a cinco anos de reclusão, correndo o risco de ser aumentada em um terço por ter sido praticado contra o Poder Público. (BN)