html image example
Mulher tem cabelo cortado e fica com rosto desfigurado após ser agredida pelo ex-companheiro ~ Blog Barreiras Noticias | Oeste Baiano no Geral

 Uma mulher de 28 anos denunciou o ex-companheiro por agressão, dois meses após decidir terminar o relacionamento. O caso aconteceu no bairro São Gonçalo do Retiro, em Salvador. Ela ficou com o rosto desfigurado e também teve os cabelos cortados pelo suspeito, que teve ajuda do compadre para cometer o crime.
A situação ocorreu na sexta-feira (27) e foi registrada no posto policial do Hospital Geral do Estado (HGE), onde ela foi atendida. De acordo com a polícia, a vítima foi ouvida nesta terça (31), na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Brotas, que conduzirá as investigações. Até o momento, o homem, que não teve a identidade revelada, não foi preso.

Em vídeo publicado nas redes sociais, Laysiane Santos contou que foi espancada pelo ex-companheiro e o compadre, na porta da casa onde mora, quando voltava da academia. Após as agressões, ela ficou com o rosto desfigurado.

De acordo com a mulher, ela estava separada do suspeito há dois meses, quando descobriu traições, mas o homem não aceitou o fim do relacionamento, que durou sete anos e gerou um filho.

“Como a maioria das pessoas que me conhecem sabe, eu tinha um relacionamento de anos com o pai do meu filho. Eu tinha sete anos com ele, porém, devido a traições que não aceitei, resolvi terminar”, disse a vítima.

Segundo Laysiane Santos, após decidir pela separação, ela saiu da casa onde morava com o homem e passou a residir em outro bairro. Ela lembra que, na época, o ex-companheiro teria dito que ela se arrependeria de ter feito essa escolha, em tom de ameaça

No vídeo, a mulher relatou que o caso aconteceu um dia após ela publicar nas redes sociais que tinha se matriculado em uma academia e começado a praticar atividades físicas.

“Comecei a me cuidar de novo, comecei a viver. Quando foi à noite, eu chegando da academia, ele me pegou na porta de casa, junto com o amigo dele, o compadre, e me espancou. Me bateu muito, me deu murro, chute, me jogou no chão”, contou a mulher, que detalhou ter expelido sangue pela boca.

Laysiane Santos afirmou que além disso, o suspeito chegou a cortar o cabelo dela. “Ele cortou meu cabelo todo, mas cabelo é tão ruim que a terra nem come, né? Cabelo daqui a uns dias cresce de novo, meu cabelo graças a Deus cresce rápido”, comentou.

Apesar do medo, ela garante que não vai desistir de cobrar justiça pela agressão que sofreu e de buscar a própria felicidade. "Comecei a trabalhar, tenho minha profissão, estou bem, trabalho de várias formas. Tenho certeza que vou conseguir viver sem ele". fonte:G1