Uma noite que ficará na lembrança de quem compareceu no Centro Cultural Rivelino de Carvalho, nesta sexta-feira, 19, em Barreiras. Com o Show “Nativo”, o Dom do Pertencimento, o Espetáculo Musical com Bosco Fernandes, trouxe a conscientização sobre o respeito e a valorização da história e da cultura.

A apresentação, que contou com a participação da artista Hingrid Lopes, fez parte das atividades de encerramento da Semana da Consciência Negra realizada em Barreiras, uma iniciativa da Prefeitura de Barreiras por meio da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, através da Diretoria de Cultura.

Animada na plateia e cantando todas as músicas apresentadas pelo artista Bosco Fernandes, a barreirense Ananda Bastos gostou da iniciativa que a gestão municipal em relação a data. “Para nós que somos negros, essa é uma data de percepção histórica e cultural”, disse Ananda destacando o momento como uma história que precisa ser reconhecida e contada verdadeiramente.

Segundo a diretora de Cultura, “a Semana da Consciência Negra atingiu o objetivo onde a busca pela fala inspiradora, que representa as mudanças na vida das pessoas. Uma série de atividades aconteceram durante esta semana, simultaneamente, nos equipamentos de cultura. Foram momentos gratificantes e com certeza, enriquecedores para todos que participaram das atividades”, disse Emília Moreno.

Presente no Espetáculo Musical ao lado da subsecretária Cátia Alencar e da secretária de Assistência Social e Trabalho Karlúcia Macêdo, a secretária de Educação, fez um balanço das atividades executadas durante a semana. “A semana da Consciência Negra cumpriu o objetivo de reafirmar a importância histórica e cultural do negro na formação da nossa sociedade. As ações desenvolvidas ao longo desta semana, como as rodas de capoeira, samba de roda, oficina de criação e confecção de moda afro-brasileira, os diálogos sobre desigualdade racial, o espetáculo musical Nativo servem para validar o nosso compromisso e a nossa percepção de que a luta contra a discriminação racial e a desigualdade social deve ser uma prática cotidiana”, afirmou Gabriela Nogueira.

Neste sábado, 20, acontece a última apresentação do Espetáculo Musical, com Bosco Fernandes, no Centro Cultural Rivelino de Carvalho, às 20hs, encerrando com chave de ouro a Semana da Consciência Negra, em Barreiras.