Presidente nacional do PSD e um dos entusiastas da canddiatura do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, ao Palácio do Planalto, Gilberto Kassab tem dito em conversas particulares que Jair Bolsonaro não chegará ao segundo turno das eleições presidenciais do ano que vem. A informação é da coluna de Lauro Jardim, do jornal O Globo.

Há um mês, Kassab disse que Pacheco só não será candidato se não quiser. “Nós teremos a filiação de um chefe de governo, nós teremos a filiação do presidente do Senado Nacional. E ele só não será nosso candidato à presidência da República se não quiser”, afirmou o ex-prefeito da cidade de São Paulo.