O pré-candidato à presidência da República, Ciro Gomes (PDT) voltou a fazer duras críticas ao ex-ministro da Justiça, Sergio Moro (Podemos), seu possível adversário na disputa pelo Planalto nas eleições de 2022.

Em entrevista concedida ao programa Segunda Chamada, do canal ‘My News’, Ciro afirmou que o ex-juiz é uma “filial de Bolsonaro”, “igualmente corrupto” ao atual presidente.

“Moro e Bolsonaro são um só. Na verdade, arrisco dizer que Moro é uma filial deplorável de Bolsonaro – igualmente corrupto, incapaz e sem qualquer entendimento da realidade brasileira. Alguém consegue me dizer quais são as propostas do ex-juiz?”, disse.

Ainda na entrevista, Ciro fez referência aos julgamentos da Lava Jato, que condenaram Lula (PT) em 2018, e o impossibilitaram de concorrer às eleições daquele ano.

“Um juiz julgou um político, tirou dele os direitos políticos, e em seguida foi ser ministro do político que ganhou as eleições porque aquele político não estava participando por uma sentença dele. Isso é de uma ladroeira, uma corrupção. O Código Penal diz, eu sou professor de direito, que corrupção passiva é aceitar receber ou aceitar promessas de vantagens indevidas. Hoje é público que o Bolsonaro antes de se eleger ofereceu ao Moro um cargo de ministro vitalício do Supremo Tribunal Federal (STF)”, completou.