Em 2020, durante a pandemia da Covid-19, a Prefeitura de Barreiras, por meio da Secretaria de Educação, deu início a implantação de um Sistema de Gestão Escolar (EducaNet) composto por várias funcionalidades que tem por objetivo prioritário, gerir a vida pedagógica dos alunos e facilitar o trabalho de professores e gestores escolares.

O EducaNet, desde junho daquele ano passou a fazer parte da rotina dos profissionais que lidam com a educação municipal, incorporando em sua estrutura, ajustes e melhorias, a partir das demandas e sugestões apresentadas pelos seus usuários.

“Ele (EducaNet) permite ao gestor acompanhar com mais detalhamento as demandas da escola, o trabalho do professor em sala de aula e se os conteúdos previstos da BNCC, que integram currículo, estão cumpridos”, descreve a subsecretária de Educação de Barreiras, Cátia Alencar. “Além disso, após superar esta fase de adaptação, o professor terá o seu tempo de trabalho, destinado a elaboração de aulas e atividades, reduzido, uma vez que a ferramenta permitirá agilidade, maior facilidade e eficácia na busca pela qualidade no ensino”, complementa.

O novo aporte pedagógico está em ritmo de implantação, seguindo fases pré-definidas. A pandemia exigiu adaptações para que a plataforma começasse a funcionar, como um cadastro automático de todos os professores e uma live de apresentação e orientação aos gestores e equipes escolares. Além disso, a Secretaria de Educação oferece suporte técnico aos usuários por meio de dois professores que tiram dúvidas de manuseio por telefone ou presencialmente a cada ajuste ou liberação de nova funcionalidade, distribuindo vídeos com o respectivo tutorial.

Ao acessar o EducaNet professores e gestores têm ao seu alcance uma série de recursos que vão desde o acompanhamento da vida pedagógica dos alunos, com lançamentos de notas, registros de aulas e conteúdo, avaliações, correção de provas e impressão de boletins, no caso dos educadores, até a gestão de pessoal; gestão de transporte escolar; do patrimônio e da merenda, que são itens que podem ser gerenciados no sistema. “Trata-se de um apoio importante para o controle do bem público, um melhor acompanhamento da evolução dos nossos estudantes e um aliado do professor, garantido a este mais facilidade e tempo”, destaca a secretária de Educação, Gabriela Nogueira.

A plataforma comporta ainda espaço/portal destinado ao acesso dos estudantes e de seus pais. De acordo com a Secretaria de Educação, a partir de 2022 este recurso será implantado em algumas escolas pilotos, como forma de teste, para que depois, passe a fazer parte da rotina dos demais alunos da rede municipal de ensino. (Dircom).