A Polícia Militar da Bahia apreendeu 18 armas de fogo durante o primeiro mês da Operação Safra 2020/21, que tem como objetivo coibir roubo a maquinários e insumos nas fazendas e rodovias no Oeste baiano.

As equipes empregadas na Operação Safra, que está na 8ª edição, abordaram 2.005 pessoas, 734 veículos (de quatro rodas e motocicletas), visitaram 1.559 fazendas e pequenas propriedades rurais, 497 estabelecimentos comerciais, e conseguiram prender cinco pessoas, que foram apresentadas nas delegacias da região.

Durante as ações ostensivas nos 24 municípios que se destacam pelo cultivo de soja, algodão, milho e café no estado, os policiais militares das unidades ordinárias e especializadas registraram ocorrências em diversas zonas rurais, com destaque para a prisão de quatro pessoas com nove armas de fogo pela Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Cerrado no município de Jaborandi. Com o grupo, os policiais apreenderam três revólveres, uma pistola, três rifles, uma cartucheira, uma espingarda, 81 munições de diversos calibres e dois celulares.

“O balanço da Polícia Militar da Bahia apreendeu 18 armas de fogo durante o primeiro mês da Operação Safra 2020/21, que tem como objetivo coibir roubo a maquinários e insumos nas fazendas e rodovias no Oeste baiano.

As equipes empregadas na Operação Safra, que está na 8ª edição, abordaram 2.005 pessoas, 734 veículos (de quatro rodas e motocicletas), visitaram 1.559 fazendas e pequenas propriedades rurais, 497 estabelecimentos comerciais, e conseguiram prender cinco pessoas, que foram apresentadas nas delegacias da região.

Durante as ações ostensivas nos 24 municípios que se destacam pelo cultivo de soja, algodão, milho e café no estado, os policiais militares das unidades ordinárias e especializadas registraram ocorrências em diversas zonas rurais, com destaque para a prisão de quatro pessoas com nove armas de fogo pela Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Cerrado no município de Jaborandi. Com o grupo, os policiais apreenderam três revólveres, uma pistola, três rifles, uma cartucheira, uma espingarda, 81 munições de diversos calibres e dois celulares.

“O balanço deste primeiro mês foi bastante positivo devido à nossa produtividade e apreensões, com expectativa de obtermos ainda melhores resultados. Com a Operação Safra, intensificamos o policiamento na zona rural e estamos mais próximos para assistir não só o agronegócio como também à população residente em povoados e pequenos municípios”, destaca o coronel Osival Moreira, comandante do Policiamento Regional Oeste (CPRO).

Novidade – Como resultado de uma parceria da Polícia Militar da Bahia com a Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), nessa semana foi iniciado um teste piloto para o lançamento de um aplicativo que irá ajudar na diminuição do tempo resposta da PM no atendimento das ocorrências. A ferramenta irá viabilizar o acionamento da viatura mais próxima, emitindo o roteiro mais curto e a estimativa do tempo de deslocamento. “A nossa expectativa é incrementar a produtividade, através de GPS, a fiscalização, monitoramento e o tempo de resposta da Polícia Militar na região Oeste”, revela o comandante do CPRO. este primeiro mês foi bastante positivo devido à nossa produtividade e apreensões, com expectativa de obtermos ainda melhores resultados. Com a Operação Safra, intensificamos o policiamento na zona rural e estamos mais próximos para assistir não só o agronegócio como também à população residente em povoados e pequenos municípios”, destaca o coronel Osival Moreira, comandante do Policiamento Regional Oeste (CPRO).(PM BA).