Cidades do interior da Bahia tiveram o fornecimento de luz suspenso nos últimos dias. As fortes chuvas provocaram um aumento na incidência de raios e quedas de árvores, o que afetou o serviço de energia.

Desde o fim de novembro, moradores têm sido castigados pelas tempestades que já deixaram 18 mortos, 286 feridos e cerca de 15,4 mil sem casa.

Thank you for watching

No total, 72 municípios já estão em situação emergência e houve rompimento de pelo menos duas barragens, conforme dados atualizados até o domingo, 26.

Segundo a Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Neoenergia Coelba), os trabalhos continuam para que a situação seja normalizada o quanto antes.

Itambé, Itororó, Santo Amaro, Maragogipe, Amélia Rodrigues, Juazeiro e Jacobina foram algumas das cidades que tiveram o serviço interrompido.

Estradas

As fortes chuvas também têm provocado deslizamentos e interditado rodovias. A Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) afirma que continua monitorando a situação nas rodovias estaduais.

Conforme a pasta, mais oito ocorrências foram registradas pelas equipes no domingo, aumentando para 25 pontos afetados em rodovias de sete diferentes regiões, que são: extremo sul, sudoeste, médio Rio de Contas e Irecê, além da Chapada Diamantina, litoral sul e Recôncavo.

Enchentes

O número de mortes causadas pelas fortes chuvas na Bahia chegou a 18 neste fim de semana. Com o aumento do número de cidades atingidas pelas fortes chuvas, o governo da Bahia reforçou a estrutura de apoio às vítimas.

Além de Ilhéus, as cidades de Itapetinga, Vitória da Conquista, Ipiaú e Santa Inês também contam com postos avançados para auxiliar o trabalho dos bombeiros.

O Estado mantém ainda um gabinete avançado em Itamaraju para dar assistência aos municípios do extremo sul.

Fonte: Estadão Conteúdo.