Um ônibus de viagem tombou, nesta quinta-feira (23), na rodovia GO-436, na divisa entre o Distrito Federal e Goiás. De acordo com a Polícia Militar, o motorista fugiu após o acidente.
De 51 passageiros, 25 ficaram feridos e foram levados ao hospital. Entre as vítimas está uma criança de um ano, com suspeita de traumatismo craniano grave.
De acordo com o Corpo de Bombeiros, o acidente aconteceu em uma curva da rodovia, após o motorista perder o controle da direção. O ônibus, da Prado Turismo vinha de São Paulo, passou por Goiás e seguia para o Piauí. A reportagem não conseguiu contato com a empresa até a última atualização desta publicação.

Durante o atendimento, uma faixa da rodovia precisou ficar bloqueada. De acordo com a Polícia Militar, passageiros contaram que o motorista "vinha em alta velocidade" e não conseguiu segurar o ônibus quando foi fazer a curva.

Ainda segundo os bombeiros, seis pessoas tiveram traumatismo craniano "leve" e algumas sofreram "pequenas escoriações". Os demais passageiros, que recusaram atendimento médico, optaram por ficar no local do acidente até a chegada do próximo ônibus.

O caso foi registrado na 30ª Delegacia de Polícia, em São Sebastião, como acidente de trânsito com vítima. Os investigadores fizeram perícia no veículo para apontar as causas do acidente e procuram o motorista que fugiu.

A suspeita, segundo a polícia, é de que o ônibus estava em alta velocidade, perdeu o controle, derrapou e tombou durante a curva. Em nota, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) informou que o ônibus tem autorização apenas para fretamento, ou seja, pode fazer viagem em circuito fechado, sem a venda de passagens. A entidade disse também que venda individual de passagens caracteriza transporte não autorizado. //g1