• Girl in a jacket
  • Rui Costa confirma que em quase 80 cidades foram decretados estado de calamidade ~ Blog Barreiras Noticias | Oeste Baiano no Geral

    O governador da Bahia, Rui Costa (PT) revelou na manhã desta terça-feira (28) em entrevista ao programa Ligação Direta, da Rádio Salvador FM, alguns detalhes sobre como será realizada a reconstrução das cidades atingidas pelas fortes chuvas no sul do estado. E Rui fez um apelo para que todos os prefeitos desses municípios realizem o cadastro das ruas, rodovias, assim como famílias prejudicadas pelas chuvas.

    “Nós temos quase 80 cidades com decretos de calamidade, mas com toda certeza pelo menos 50 cidades tiveram casas embaixo da água. Agora quando a água começa a abaixar, na maioria das cidades, a gente começa a ver o estrago. […] Vamos reconstruir essas casas, vamos realizar o empréstimo de até 150 mil reais sem juros e vamos buscar fazer as parcerias com a as prefeituras para recuperar a infraestrutura. Recuperar pontes, estradas, e etc. Nesse momento a recuperação é provisória, para dar acessibilidade às cidades e assim que a chuva passar, o solo secar, vamos começar a reestruturação definitiva. Isso leva tempo. Não é da noite para o dia”, disse o governador.

    Durante reunião de trabalho na base de apoio montada pelo Governo da Bahia, em Ilhéus, no sul do estado, no início da noite desta segunda-feira (27), Rui Costa anunciou novas ações que complementam as medidas já adotadas para dar assistência às vítimas das chuvas no estado.

    Entre as providências está o início da entrega, ainda esta semana, das geladeiras adquiridas pela Superintendência de Proteção e Defesa Civil do Estado (Sudec). As primeiras entregas vão beneficiar moradores de 11 cidades do Extremo Sul, onde as chuvas provocam destruição desde o início de dezembro.

    “Estou fazendo um apelo, agora que a água começou a baixar, peço para que todo prefeito faça, com toda a agilidade, o cadastro das ruas, locais, das pessoas que foram atingidas, para que a gente, de posse desse cadastro, possa tomar as medidas legais de ajuda humanitária. Vamos dar um valor de auxílio financeiro para essas famílias. Recebemos muitas doações e precisamos desse cadastro para realizar a entrega das doações. Pelo menos um fogão, uma geladeira e um botijão ou uma ajuda financeira. Fica aqui o meu apelo para que cada município, prefeito, prefeita, ou a equipe de ação social possa fazer o cadastro pra gente transformar o cadastro em ajuda. Além disso, muitas casa precisarão ser reconstruídas, e outras precisarão de vistoria pra permitir o retorno das pessoas”, concluiu Rui.

    Fonte:Acesse Política

    Publicação em destaque

    TELECOM PROVIDER - INTERNET CAMPEÃ