A relação entre o presidente Jair Bolsonaro e o seu vice, Hamilton Mourão, continua ruim. Segundo a coluna de Lauro Jardim, do jornal O Globo, a agenda pública de ambos alardeia o mal-estar: os dois tiveram apenas duas vezes conversas privadas no gabinete presidencial ao longo de todo o ano de 2021. Outros encontros aconteceram na presença de ministros, nas reuniões ministeriais.

Ainda de acordo com a publicação, apesar da frieza na relação, Bolsonaro tem sido aconselhado por seus aliados políticos, entre eles, o presidente do PL, Valdemar Costa Neto, a escolher novamente um militar para disputar a reeleição.