Em sua homilia no primeiro dia do ano, o Papa Francisco pregou que “ferir uma mulher é ultrajar a Deus”. O líder dos católicos celebrou a Solenidade de Maria Santíssima, uma homenagem a todas as mães e mulheres.  “Quanta violência existe contra as mulheres! Basta!”, ressaltou.

Na mensagem de Ano Novo, o papa Francisco defendeu a importância de “pessoas capazes de tecer fios de comunhão, que contrastem os numerosos fios de arame farpado das divisões”.

Thank you for watching

O papa também citou, nos votos para 2022, as mães que assistem um filho doente ou em dificuldade: “Quanto amor há nos seus olhos, banhados de lágrimas, que ao mesmo tempo sabem inspirar motivos de esperança!”(Bahia.ba)