• Girl in a jacket
  • Nova derrota de Flordelis na Justiça: julgamento será com júri popular ~ Blog Barreiras Noticias | Oeste Baiano no Geral


    A ex-deputada federal Flordelis teve um recurso negado pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Ela tentava anular a decisão que estabeleceu o formato de júri popular para o julgamento dos réus que respondem pela morte do pastor Anderson do Carmo.

    O recurso especial foi apresentado ao Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro pelas defesas da ex-deputada federal, de sua neta Rayane dos Santos e de sua filha afetiva Marzy Teixeira da Silva.

    Thank you for watching

    O desembargador Marcus Basílio considerou que “para a modificação da conclusão a que chegou o Colegiado, conforme pretendem as recorrentes, seria necessário o reexame dos fatos e provas produzidos no processo, o que não é permitido às instâncias superiores, que atuam apreciando apenas questões de direito infraconstitucional e/ou constitucional”.

    Com a decisão da 2ª Câmara Criminal do Rio mantida, as três e outros sete réus irão a julgamento com júri popular, de acordo com informações do jornal O Globo. Todos os réus acusados de envolvimento na morte do marido de Flordelis, pastor Anderson do Carmo, executado a tiros em junho de 2019 na garagem da residência da família, em Niterói (RJ), encontram-se presos.

    Flordelis foi a última acusada a ser presa, já que tinha mandato de deputada federal e a Câmara esperou a conclusão do processo no Conselho de Ética para, então, submeter a decisão do colegiado interno ao crivo dos demais 512 deputados.

    No dia 11 de agosto do ano passado, o plenário da Câmara votou seu processo por quebra de decoro parlamentar e decidiu, por 437 votos, pela da perda do cargo. Houve 7 votos contra sua cassação e 12 abstenções.

    Dessa forma, Flordelis ficou inelegível por oito anos, e se for condenada pela morte do marido, perde definitivamente o direito de se candidatar por conta da Lei da Ficha Limpa.

    Publicação em destaque

    TELECOM PROVIDER - INTERNET CAMPEÃ