• Girl in a jacket
  • VIÚVA DE PAULINHO DO ROUPA NOVA DIZ QUE FILHOS PENSAVAM EM HERANÇA NA CREMAÇÃO ~ Blog Barreiras Noticias | Oeste Baiano no Geral

     


    Viúva de Paulinho, cantor do Roupa Nova que morreu em 2020 vítima de complicações da Covid-19, Elaine Soares diz que atualmente passa necessidades mesmo recebendo uma ajuda do grupo.

    Em entrevista ao Domingo Espetacular (Record) que deverá ir ao ar neste domingo (30), ela abre o jogo sobre como tem sido sua vida após pouco mais de um ano da perda do marido.

    Thank you for watching

    “Eles [integrantes do grupo] me ajudam da maneira que podem, mas não está sendo suficiente para arcar com todas as minhas despesas”, revela.

    Em outro momento da entrevista, Elaine diz que os filhos de Paulinho a teriam deixado de fora do inventário da herança. “No dia em que o pai deles estava sendo cremado, eles já estavam entrando na Justiça com o inventário e eu não sabia”, diz ela.

    “Eles me deixaram por fora de tudo, não fui eu que briguei por herança. Então eu constitui uma advogada para que entrasse no inventário, já que eu não estava no inventário”, completou.

    Em contato com o UOL, Pepê Santos, um dos filhos de Paulinho, rebateu as declarações de Elaine. “Nenhuma pessoa tem poderes para barrar ou remover qualquer nome de um inventário, mesmo sendo herdeiro legítimo. Isso cabe à Justiça. Portanto, seria impossível termos feito tal coisa”, disse.

    Essa briga começou meses após a morte. Em janeiro de 2021, Elaine entrou na Justiça contra os filhos do cantor por causa da herança dele.

    De acordo com o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Elaine move ação contra Twigg de Souza Santos e Pedro Paulo Castor dos Santos, filhos do músico, para solicitar o reconhecimento de união estável com Paulinho e, por consequência, fazer parte da herança. Ela afirma não ter sido incluída no inventário.

    O filho do Paulinho, Pedro Paulo, entrou com processo na 7ª Vara de Sucessões e Órfãos do TJRJ, no dia 16 de dezembro de 2020, para dar entrada no inventário dos bens do artista. No processo ele habilitou também a irmã, Twigg Souza Santos.

    No dia 11 de janeiro de 2021, Elaine ajuizou petição, no mesmo processo, solicitando sua habilitação no inventário. Procurada, a psicóloga não respondeu às solicitações nem atendeu aos telefonemas. Porém, à revista Quem, disse que os filhos querem que ela vire “mendiga”. (BN)

    Publicação em destaque

    TELECOM PROVIDER - INTERNET CAMPEÃ