• Girl in a jacket
  • ‘RACISMO É UM SISTEMA DE PODER QUE OPRIME ESTRUTURALMENTE’, DIZ VEREADORA ~ Blog Barreiras Noticias | Oeste Baiano no Geral

    Para a vereadora Ireuda Silva (Republicanos), presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher e vice da Comissão de Reparação, há muitas ideias distorcidas quando se fala sobre racismo atualmente.

    Uma delas é achar que o termo “racismo” é apenas um sinônimo simples de “preconceito”, quando, na verdade, refere-se a uma estrutura de poder que escravizou e matou milhões de pessoas negras nos últimos séculos, e que continua a oprimir, a segregar e a matar.

    “O racismo secular vivenciado pela humanidade criou uma tensão racial entre negros e brancos que existe até hoje. O racismo, por exemplo, criou mecanismos sociais e ideológicos que permitiram a escravidão de africanos e seus descendentes durante séculos. E que nos dias atuais atrasa a conquista da igualdade por meio da negação de direitos: mulheres e homens negros têm menos acesso à educação, serviços públicos e empregos. Recebem salários menores e são menos promovidos em suas carreiras. E são as principais vítimas da violência urbana no Brasil e no mundo”, avalia a republicana.

    “É preciso entender que o racismo é mais do que preconceito. É um sistema de poder que oprime estruturalmente. Portanto, é pueril falar em racismo reverso, pois, para os negros, é atualmente impossível estabelecer um sistema de opressão igual ao que os vitimou ao longo da história. Em suma, racismo e preconceito racial são coisas diferentes, mas propositalmente confundidas por quem quer deslegitimar a luta por direitos”, acrescenta a vereadora.

    Publicação em destaque

    TELECOM PROVIDER - INTERNET CAMPEÃ