• Girl in a jacket
  • Cotação do Rublo desaba, e BC russo dobra taxa básica de juros para 20%, após sanções ~ Blog Barreiras Noticias | Oeste Baiano no Geral


    O rublo, moeda russa, teve queda em sua cotação nesta segunda-feira (28) e registrou valores mínimos em relação ao dólar e ao euro na abertura da Bolsa de Moscou, consequência das sanções impostas pela invasão russa da Ucrânia no fim de semana. Para defender a economia e a moeda nacional, o Banco Central da Rússia anunciou que dobrará a taxa básica de juros para 20%.

    De acordo com o Globo, no mercado asiático, a moeda russa chegou a ter uma desvalorização de 29,67%, para um recorde de 119,5 por dólar. No mercado russo, que dita o câmbio oficial, a queda foi menor, embora também tenha caído a nível recorde.

    Thank you for watching

    O rublo era negociado a 90 unidades por dólar nesta segunda-feira em Moscou, contra 83,5 na quarta-feira da semana passada, último dia em que havia sido registrada a taxa de câmbio oficial, antes da invasão da Ucrânia. Na sexta, foi cotado na faxia dos 83 dólares e, no fim de semana, chegou a ser vendido acima de 100 dólares em casas de câmbio.

    Em relação ao euro, a moeda russa tinha cotação de 101,19 por euro contra o nível anterior de 93,5, na semana passada. As negociações foram suspensas depois que superaram os limites permitidos nas operações. Com a retomada, 50 minutos depois, a queda persistia. Um dólar era negociado a 95,48 rublos e um euro a 107,35.

    A Bolsa de Moscou informou antes da abertura que havia estabelecido teto – 90 rublos por um dólar e 101,19 rublos por um euro -, que provocariam a suspensão das negociações. Os limites foram superados nos primeiros segundos da sessão. “O Banco da Rússia tomará novas decisões sobre a taxa básica com base em uma avaliação dos riscos associados às condições externas e internas e na resposta dos mercados financeiros a esses riscos”, afirmou o Banco Central russo comunicado.

    Antes do anúncio, os juros básicos estavam em 9,5% ao ano. Estados Unidos, União Europeia e outros países anunciaram que vão excluir alguns bancos russos do sistema internacional de pagamentos bancários Swift e de qualquer transação com o Banco Central da Rússia. Antes das sanções ocidentais e da invasão da Ucrânia, a inflação já estava em forte alta na Rússia, o que obrigou o BC a aumentar sua taxa de juros várias vezes.

    Publicação em destaque

    TELECOM PROVIDER - INTERNET CAMPEÃ