• Girl in a jacket
  • Ministro da Justiça pede providências contra filme de Danilo Gentili ~ Blog Barreiras Noticias | Oeste Baiano no Geral


    O ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, publicou no Twitter, no domingo (13), que tomará providências contra o filme “Como se tornar o pior aluno da escola”, produção de 2017 do humorista Danilo Gentili. O filme foi associado a pedofilia por perfis bolsonaristas.

    O filme está sendo exibido pela Netflix desde 7 de fevereiro deste ano.

    O ministro afirmou que determinou que “os vários setores do Ministério da Justiça adotem providências cabíveis para o caso”.

    O filme é baseado no livro do humorista Danilo Gentili, lançado em 2009, e narra como o personagem Pedro encontra um diário que ensina como provocar caos na escola sem ser pego. Ele então resolve seguir as dicas com seu amigo Bernardo.

    A produção se tornou alvo de críticas nas redes sociais por, segundo internautas,  incentivar a pedofilia. Na cena em questão, o humorista Fábio Porchat interpreta Cristiano, um homem com desvios sexuais e dono do caderno que o ex-colega roubou na escola para escrever o guia de “pior aluno”, encontrado pelos protagonistas, os adolescentes Pedro (Daniel Pimentel) e Bernardo (Bruno Munhoz). “A gente esquece o que aconteceu e, em troca, vocês batem uma punheta pro tio”, diz o personagem de Porchat.

    O roteirista e ator do longa, Danilo Gentili, rebateu a acusação. Pelo Twitter, ele disse que o “maior orgulho” de sua carreira é que conseguiu “desagradar com a mesma intensidade tanto petista quanto bolsonarista”.

     

    Publicação em destaque

    TELECOM PROVIDER - INTERNET CAMPEÃ