• Girl in a jacket
  • Facebook não prioriza Brasil contra fake news, diz Frances Haugen, do Facebook Papers ~ Blog Barreiras Noticias | Oeste Baiano no Geral


     O Brasil não é prioridade do Facebook nas estratégias de combate à desinformação eleitoral, de acordo com a cientista de dados Frances Haugen, responsável pelos vazamentos do 'Facebook Papers'.

    Em entrevista à Folha de S. Paulo, a ex-funcionária da platafor

    ma afirmou: "Eu garanto que há muito menos proteção no Brasil contra tentativas de interferir nas eleições do que nos Estados Unidos."

    Baseada nos dados que analisou do próprio Facebook, Haugen também disse que o mecanismo da empresa para detectar as chamadas 'fake news eleitorais' automaticamente é "muito ineficiente": "Na melhor das hipóteses, o Facebook consegue detectar 20% do conteúdo desinformativo –mas, pensando de forma realista, eles devem estar rotulando no máximo 5%."

    "Eles só se preocupam com moderação de conteúdo em países onde correm o risco de serem alvo de regulação, como os Estados Unidos", complementou.

    Em documentos vazados do Facebook Papers em dezembro de 2021, Mark Zuckenberg, presidente do Facebook, dizia "temer a regulamentação da internet no Brasil": “Eu me preocupo muito que Brasil, Índia, Rússia e todos os países que estão emergindo sob uma perspectiva legal e regulatória se tornem, a longo prazo, mais parecidos com a China em termos de como querem regular a internet.” 

    Publicação em destaque

    TELECOM PROVIDER - INTERNET CAMPEÃ