• Girl in a jacket
  • Homem gasta mais de R$ 70 mil em fantasia de alta tecnologia para realizar sonho de ser um cachorro ~ Blog Barreiras Noticias | Oeste Baiano no Geral


    Um japonês está se tornando viral depois de gastar mais de US$ 15.000 — equivalente na cotação de hoje a mais de R$ 70 mil — em uma fantasia hiper-realista, para realizar seu sonho de toda a vida: se tornar um cachorro.


    Um vídeo do homem disfarçado de Lassie acumulou mais de 600.000 visualizações no YouTube. “Fiz um collie (categoria de raças de cães) porque parece real quando o coloco”, disse o humano-canino Toko-San à agência de notícias local Mynavi.



    Ele deu a entrevista vestido de cachorro. A empresa responsável pela criação tecnológica e realista foi a Zeppet — empresa que faz figurinos para comerciais de TV e filmes. A criação levou 40 dias para ser finalizada, com extrema perfeição.

    Descrevendo sua inspiração para se tornar um cão, Toko-San disse: “Meu favorito são os animais quadrúpedes — especialmente os fofos. Entre eles, achei que um animal grande perto de mim seria bom, considerando que seria um modelo realista, então decidi fazer um cachorro”.

    Toko-San disse que decidiu usar uma fantasia de collie porque seus pelos compridos podem “enganar a figura humana” — além disso, esses cães de pastoreio são sua raça favorita.

    No vídeo acima mencionado, postado no YouTube, Toko-San é visto com sua fantasia, acenando, rolando e realizando outras peripécias caninas. Ele acredita que seus movimentos são completamente naturais e realistas.

    Outros vídeos mostram Toko-San jogando, aconchegando-se com bichos de pelúcia e, um pouco menos realista, quicando com uma bola de pingue-pongue em uma raquete.

    Toko-San também compartilhou fotos de sua versão de vida, como Lassie, no Twitter, com a legenda descrevendo como ele foi “capaz de realizar seu grande sonho de se tornar um animal!”.

    Talvez o mais impressionante seja a própria fantasia de cachorro, que parece tão realista que pode enganar muita gente. Alcançar esse efeito não foi tarefa fácil, pois exigiu que a empresa Zeppet adaptasse o traje do animal ao corpo humano.

    “Como a estrutura do esqueleto é muito diferente de um cachorro e de um ser humano, passamos muito tempo estudando como fazê-lo parecer um cachorro”, disse um funcionário de design, que não quis se identificar, à Mynavi.

    “Além disso, coletamos fotografias tiradas de vários ângulos para que a bela pelagem do collie possa ser reproduzida e idealizada para que a pelagem flua naturalmente”, finalizou.

    Na internet, alguns elogiaram a ação de Toko-San em se transformar em um cachorro. Outros, não tão amigáveis, diziam que o hobby de Toko-San era assustador.

    “A coisa mais boba com a qual alguém pode se comprometer a fazer”, zombou um usuário no YouTube. Outro, escreveu: “Isso é como um acidente de carro, perturbador, mas você não consegue parar de olhar”.

    Disfarçar-se do melhor amigo do homem, pode parar ridículo, mas esta não é a primeira vez que alguém leva seu amor pelos animais ao extremo.

    Estima-se que pelo menos 250.000 pessoas nos EUA se identifiquem como “furries” — uma subcultura cujos membros gostam de se vestir como animais de desenho animado, às vezes como um fetiche sexual, só que ocorre mais frequentemente como uma fuga divertida da realidade dura que enfrentam.

    Enquanto isso, uma pesquisa recente com donos norte-americanos de animais de estimação descobriu que a maioria das pessoas prefere dormir com seu cão peludo e quentinho do que com a própria esposa, de acordo com o New York Post.

    Fonte(s): New York Post Imagens: Reprodução / Zeppet / Twitter

    Publicação em destaque

    TELECOM PROVIDER - INTERNET CAMPEÃ