• Girl in a jacket
  • Rui não acredita em redução no preço dos combustíveis ~ Blog Barreiras Noticias | Oeste Baiano no Geral


    Durante o Papo Correria desta terça-feira (5), o governador Rui Costa (PT) criticou novamente a nova lei complementar que determinou a redução do ICMS nos estados brasileiros, estabelecida no governo de Jair Bolsonaro (PL). Rui voltou a afirmar que, apesar da redução de imposto na Bahia, não haverá diminuição do valor dos combustíveis.

    “Eles votaram a lei, eu já fiz o decreto [de redução do ICMS]. Vamos agora acompanhar nos próximos 30 dias, 60 dias, ver como vai ficar o preço da gasolina. Eu não tenho dúvida: esse discurso é o mesmo de quem queria prevenir ou curar Covid com cloroquina e ivermectina”, afirmou o governador.

    Durante passagem em Salvado no 2 de julho, dia da Indepnednia da Bahia, Bolsonaro chegou a alfinetar posicionamento de Rui sobre a  fixação do ICMS: “Lei é federal e vai ter que cumprir“.

    Venda da Refinaria Landulpho Alves (RLAM)

    O governador da Bahia também comentou sobre a a privatização da Refinaria Landulpho Alves (RLAM), vendida pelo governo  federal nos últimos anos. Fazendo críticas, Rui disse que “a venda é uma das responsáveis pelo preço alto dos derivados de petróleo na Bahia”.

    “Para mim, é muito claro e fácil de perceber. Quanto custava um botijão de gás no governo Lula e no governo Dilma? 30 reais, 34 reais. Quanto custa hoje? Tem lugar vendendo até a 150 reais o botijão de gás. O ICMS é 12%, o menor do Brasil. Sempre foi 12%. Não mudou nada. A única coisa que mudou foi a incompetência do governo federal. O que mudou foi a privatização da refinaria da Bahia. Quem privatizou? O governo Bolsonaro e seus aliados”, criticou.  //bahia.ba

    Publicação em destaque

    TELECOM PROVIDER - INTERNET CAMPEÃ